logo

Bia Fiuza e Márcia Travessoni apresentam concerto do IBLF em evento online

Por Redação
Bia Fiuza e Márcia Travessoni apresentam concerto do IBLF em evento online
O concerto do Instituto Beatriz e Lauro Fiuza foi realizado na quinta-feira (17) e apresentou o balanço das ações da entidade em 2020 (Foto: Divulgação)

A emoção guiou o tradicional concerto de fim de ano do Instituto Beatriz e Lauro Fiuza (IBLF), realizado na última quinta-feira (17), com transmissão online pelo YouTube. Com o tema “Florescendo Esperança”, o evento contou com apresentação de Beatriz Fiuza, diretora institucional da entidade, e Márcia Travessoni, publisher do Site MT.

LEIA MAIS >> IBLF promove concerto de fim de ano online

Anjos do Natal 2020: assista ao espetáculo na íntegra

“É emocionante falar sobre um projeto tão importante para a construção do ser humano e também para o desenvolvimento da nossa cidade. Apresentar os resultados do IBLF é realmente sentir a esperança em um mundo melhor, com menos desigualdades para crianças, jovens e adolescentes”, afirma Márcia.

“Foi um grande presente apresentar esse projeto ao qual eu tenho tanto orgulho de ser madrinha. Tenho muita gratidão pelo trabalho excelente de Bia, Lauro e Beatriz Fiuza”,

diz Márcia Travessoni.

O IBLF em Concerto teve como objetivo compartilhar com colaboradores, alunos, familiares, doadores e parceiros da instituição, conquistas e superações do ano de 2020, além de espalhar para novos públicos os projetos realizados.

Segundo Bia Fiuza, a grande vitória deste ano foi a continuação dos projetos mesmo com os desafios devido à pandemia. “Para esse ano tão atípico, a nossa maior conquista foi não ter parado. Fizemos uma ação emergencial de atendimento as famílias com alimentação e material de higiene. Cerca de 80% das nossas famílias têm renda igual ou inferior a um salário mínimo. Em março, essas pessoas se viram sem receita e fizemos uma ação que atendeu a todas elas. Foi uma conquista que realizamos com apoio de parceiros”, comenta.

O IBLF promove aulas de música (Foto: Divulgação)

“Outra conquista foi seguir com as aulas de karatê e música online. Conseguimos entregar os instrumentos na casa dos alunos e tivemos que nos adaptar, mas aconteceu. Esse concerto de fim de ano foi a materialização de todos esses passos que foram dados em 2020”,

partilha Bia Fiuza.

Incentivando a construção de valores por meio do esporte, arte e educação, o instituto apresentou na live os grupos musicais que surgiram na entidade: Orquestra Jacques Klein, Coral Vozes de Iracema e o Grupo de Pianistas. A transmissão também contou com a participação dos atletas de Karatê.

O Coral Vozes de Iracema nasceu no instituto (Foto: Divulgação)

Incentivando sonhos

O IBLF atua em bairros de Fortaleza que apresentam baixo Índice de Desenvolvimento Humano (IDH), atualmente, o projeto atende 630 crianças, adolescentes e jovens, entre 4 e 29 anos, oferecendo atividades musicais pelo Programa de Música Jacques Klein (PMJK), que atualmente atende 400 alunos, desde a musicalização infantil até a especialização no instrumento de sua escolha, e esportivas com o Programa de Karatê Bushi No Te (BSNT), que atende 230 atletas. 

Aulas de Karatê são ofertadas pelo IBLF (Foto: Divulgação)

Por meio do Programa Envolver de Desenvolvimento Humano (PEDH),  há um acompanhamento social, que proporciona o suporte necessário aos alunos e  familiares nos núcleos Passaré – Jardim União II e Casa José de Alencar (UFC).

Veja também