Na tarde da última quarta-feira (22), o governador Camilo Santana recebeu o CEO da Angola Cables, Antônio Nunes, e diretores da multinacional, no Palácio da Abolição, para discutir o sucesso da implantação, em abril, do DataCenter Angonap, na Praia do Futuro. O equipamento consolida o HUB tecnológico do estado, com a perspectiva de ampliar as ações em Fortaleza e no Ceará, gerando muitos empregos.

Maracaram presença também no encontro César Ribeiro, titular da Assessoria Especial de Relações Internacionais do governo estadual, e Juvêncio Viana, procurador-geral do Estado

A Angola Cables investiu cerca de 300 milhões de dólares na construção do equipamento em uma área de 3 mil m² na Praia do Futuro, e na instalação dos cabos submarinos Sacs e Monet que ligam as Américas e a África através da fibra óptica, criando uma rota alternativa entre os EUA e o continente asiático.

Enquanto o Sacs parte de Luanda, na Angola, com direção a Fortaleza, percorrendo 6.200 quilômetros no mar, o Monet interliga as cidades de Santos e Fortaleza, no Brasil, e Miami, nos EUA, com 10 mil km de extensão.

>> LEIA TAMBÉM: Na China, Camilo Santana assina acordo em prol do desenvolvimento de tecnologias para a área da saúde

Fotos: Reprodução/Instagram