logo

Coleção de arte da Fundação Edson Queiroz é destaque em live com Lenise Queiroz e Denise Mattar

Por Redação
Coleção de arte da Fundação Edson Queiroz é destaque em live com Lenise Queiroz e Denise Mattar
Lenise Queiroz, presidente da Fundação Edson Queiroz, participou de uma live nesta quarta-feira (24) (Foto: Ares Soares)

Nesta quarta-feira (24), a curadora Denise Mattar e Lenise Queiroz, presidente da Fundação Edson Queiroz (FEQ), conversaram em live sobre o tema “A Coleção da FEQ e a exposição Da Terra Brasilis à Aldeia Global”. O evento digital foi um intercâmbio artístico entre a Fundação e a Almeida e Dale Galeria de Arte.

A live faz parte do projeto “Diálogos Instigantes“, liderado por Denise, que já recebeu nomes como Mariana Berenguer, presidente do Museu de Arte Moderna de São Paulo e Silvio Frota, diretor do Museu da Fotografia de Fortaleza, para um bate-papo online.

LEIA MAIS >> Museu da Fotografia Fortaleza lança visita virtual da mostra de Bob Wolfenson

Legado familiar e acervo artístico de Yolanda Queiroz ganha exposição no Espaço Cultural Unifor

Lenise Queiroz abordou o alcance e importância da exposição “Da Terra Brasilis à Aldeia Global”, que agrega cerca de 200 obras de grandes artistas nacionais e internacionais, expostas em uma abordagem histórica e didática com curadoria de Denise Mattar. “O acervo da Fundação é absolutamente incrível em qualidade, em quantidade e na abrangência dos períodos históricos”, afirma Denise.

Denise Mattar (Foto: Arquivo)

“A arte para todos nós é um acalanto no coração. É uma maneira de transmitir a história da humanidade de uma maneira super inteligente porque entra dentro das pessoas”, diz Lenise Queiroz.

A exposição, cujas obras resgatam seis séculos de arte, possui reconhecimento internacional e foi um sucesso em países como Itália e Portugal. Em Fortaleza, o Espaço Cultural Unifor promoveu ações para divulgar o acervo e incentivar um “mergulho artístico”.

“Conseguimos atingir o público de uma forma bem interessante. A Universidade chegou a convidar os índios Fulni-ô, de Pernambuco, para uma visita. Sempre recebemos crianças e muitas solicitações. É muito importante esse interesse pela arte“, pondera Lenise.

Sobre o cenário pós-pandemia, a presidente da Fundação Edson Queiroz acredita que a arte será mais valorizada e falou sobre o momento que a humanidade está passando. “Queria dizer para vocês que nós vamos vencer. A humanidade já conseguiu passar por muitos momentos difíceis. Precisamos acreditar que a cultura e persistência vão nos fazer melhores”.

“Acho que arte é sensibilidade e esse momento está fazendo com que as pessoas sintam mais. Tudo está mudando e também estamos nos transformando para acompanhar essa era que já chegou”, reflete Lenise Queiroz.

Com objetivo de levar arte virtualmente ao público dentro do contexto de isolamento social devido à pandemia, a Fundação Edson Queiroz promoveu o concurso criativo “Recriando Obras de Artes“, contação de histórias em podcast do projeto “Tarde com Arte”, visita virtual ao Espaço Cultural Unifor e as oficinas de arte online que estão disponíveis no site da instituição.

Veja também