Legado familiar e acervo artístico de Yolanda Queiroz ganha exposição no Espaço Cultural Unifor

Por Lucas Magno
Legado familiar e acervo artístico de Yolanda Queiroz ganha exposição no Espaço Cultural Unifor

Dona Yolanda Queiroz construiu um mundo de sentidos só seu. Matriarca de uma das famílias mais tradicionais no ramo de negócios do Ceará, ela é tema da exposição “Yolanda Vidal Queiroz – Momentos”, que será aberta oficialmente próximo dia 10, no Espaço Cultural Unifor.

Sob curadoria de Denise Mattar, a mostra reúne diversas paixões de Yolanda, divididas em núcleos da galeria. O primeiro destes núcleos a ser apresentado ao público, no início da exposição, é a família. Pelo espaço, estão espalhados álbuns de fotografia, vídeos, manuscritos íntimos, peças de vestuário e mobiliário, documentos e registros da trajetória da família Queiroz, entre outros objetos afetivos, com o propósito de reconstruir o ambiente doméstico de uma poeta casa, onde Yolanda viveu com o marido Edson Queiroz e seus seis filhos. Afinal de contas, foi a família o seu maior pilar e legado.

Foto: Reprodução

Em um segundo momento, a exposição explora a relação íntima de Dona Yolanda com o mundo das artes, a partir de sua coleção particular. Nesse ponto, o modernismo brasileiro marca presença na maioria das telas. Obras de artistas como Di Cavalcanti, Ismael Nery, Portinari, Milton Dacosta, Anita Malfatti, Antonio Bandeira, Pancetti, Frans Post, Volpi, entre outros, colorem o ambiente.

Item de imenso valor sentimental, o retrato de D. Yolanda, assinado por Albery, também faz parte da mostra. Outro relíquia é o retrato da família, realizado por Lazlo Burjan, em 1970. Nele, é possível ver a matriarca, acompanhada das quatro filhas Lenise, Myra Eliane, Renata e Paula, ainda
solteiras.

Mais um traço da personalidade exímia de Yolanda presente na galeria é a paixão pela religiosidade barroca. A arte sacra contempla desde esculturas barrocas eruditas ao barroco popular, com pinturas brasileiras e da Escola Cuzquenha. Há imagens, por exemplo, de Sant’Anna, São Pedro e São José. Para retratar suas crenças ecumênicas, a exposição ainda apresenta divindades indianas, vietnamitas, tailandesas e muitos ícones russos.

Em parte, “Yolanda Vidal Queiroz – Momentos” tem similaridades com outras mostras apresentadas recentemente no Espaço Cultural Unifor, como a “Coleção Airton Queiroz” e “Da Terra Brasilis à Aldeia Global”. Seu acervo é complementar a elas e traz como diferencial as peças ligadas à religiosidade barroca.

Dia 10, a exposição é inaugurada juntamente com outras duas: “XX Unifor Plástica” e “Da Terra Brasilis à Aldeia Global”. A primeira faz um resgate às suas origens, apresentando apenas artistas cearenses ou radicados no Estado, de diversos movimentos artísticos. Já a segunda chega à 2ª edição, com cerca de 200 obras de grandes artistas nacionais e internacionais, retratando o melhor da arte nos últimos seis séculos.

>> CONFIRA TAMBÉM: Com curadoria de Denise Mattar, Unifor Plástica terá 25 artistas cearenses

SERVIÇO

Exposição “Yolanda Vidal Queiroz – Momentos”
Abertura dia 10, às 19h
Espaço Cultural Unifor
Visitação de 11 de outubro de 2019 a 1º de março de 2020, das 9h às 19h (terça a sexta-feira) e de 10h às 18h (sábado e domingo)
Aberto ao público

Foto principal: Yolanda Queiroz, óleo sobre tela de Albery Seixas da Cunha

Veja também