logo

Como cuidar da pele no retorno às atividades externas

Por Tainã Maciel
Como cuidar da pele no retorno às atividades externas
A dermatologista Manoela Crisóstomo, diretora do Crisóstomo Hair & Skin Institute, fala sobre os cuidados com a pele (Foto: Arquivo)

O isolamento social manteve a população mundial em casa e, além de provocar mudanças sociais, impactou a saúde de muitas pessoas, incluindo o descuido com a pele por baixa exposição solar. Devido ao retorno gradual das atividades fora do lar, o Site MT convidou a dermatologista Manoela Crisóstomo, diretora do Crisóstomo Hair & Skin Institute, para falar sobre os cuidados com a pele neste período.

Segundo ela, o isolamento social influenciou diferentes mudanças no corpo. “Estresse, dieta desequilibrada, falta de atividade física, insônia e aumento do consumo de bebidas alcoólicas levam à deficiência de vitaminas e minerais e, tudo isso, contribui para abalar a saúde da pele e dos cabelos. Existe uma conexão fisiológica de todos esses fatores e, quando um ou mais está ‘desregulado’, nossa pele e cabelo sentem as consequências”, afirma.

LEIA MAIS >> Dez influenciadores digitais que inspiram cuidados com a pele

Rodrigo Porto compartilha dicas de cuidados com a barba

Com a retomada das atividades cotidianas, a dermatologista lembra que o descuido com o corpo não pode ser uma opção. “Procure amenizar o que está ‘desregulado’ e retome os cuidados com a pele/cabelos, procurando seu dermatologista e conversando com ele para que tudo possa fluir melhor”, orienta.

A médica também reforça que o isolamento está afetando a saúde dos cabelos. “Devido ao estresse intenso e prolongado somados à própria infecção pelo Covid-19, muitas pessoas foram à procura pelo médico dermatologista para tratar a queda de cabelo, uma queixa atual muito frequente”.

Tecido das máscaras

De uso obrigatório, as máscaras são itens indispensáveis no retorno das atividades, mas é preciso atenção na hora de escolher o melhor tipo. Manoela Crisóstomo afirma que o contato prolongado com o tecido pode trazer irritação para pele e que algumas pessoas são mais sensíveis que outras, a exemplo de pacientes com rosácea, condição que deixa a pele avermelhada, e acne. Eles tendem a apresentar piora do quadro pelo abafamento da região.

Máscaras podem irritar a pele (Foto: Divulgação)

“O tipo de tecido ou produtos que utilizamos para higienizar as máscaras de proteção podem causar irritação, descamação e coceira. O ideal para pele é tentar amenizar esses danos utilizando máscaras com tecido 100% de algodão e, de preferência, na cor branca por conter menos produtos químicos. Além disso, deve-se utilizar sabão de coco líquido para higienizar as máscaras pois outros detergentes podem causar irritações”, alerta.

Ela também chama atenção para o contato diário com o ar-condicionado. “A pele pode se tornar desidratada com acentuação das rugas, por consequência, a textura fica sem viço e os lábios ‘rachados’. Ideal para quem passa o dia inteiro em contato com ar-condicionado é hidratar-se bem e tomar bastante água. Sachês de colágeno também vão ajudar na hidratação de dentro pra fora e, além disso, fazer aplicação tópica de produtos dermatológicos específicos para sua pele”, diz Manoela.

“Meditação, atividade física regular, boa alimentação e manter o ciclo circadiano (ciclo biológico) regular vai ajudar a cuidar da saúde como um todo”,

diz Manoela Crisóstomo.

Ficou curioso para saber os cuidados mínimos que deve-se ter na rotina para garantir uma pele saudável? Manoela explica que buscar o equilíbrio entre mente e corpo é primordial. “Fazer os exames rotineiros de check-up, pelo menos anualmente, é muito importante. E dentro desses exames, a consulta com dermatologista para examinar ‘as pintas’ na pele (dermatoscopia), prevenção do câncer de pele”.

“Além disso, oriento os cuidados básicos na higienização, aplicação de hidratantes e/ou antioxidantes para minimizar o envelhecimento cutâneo. A depender do grau de envelhecimento da pele, aplicamos tecnologia e uso de injetáveis para potencializar o resultado”, explica.

Veja também