Com a chegada do Natal, o cuidado com os pets não pode passar despercebido. Quem tem gato ou cachorro precisa tomar algumas iniciativas na hora de escolher os enfeites da época natalina. 

Leia também >>> Rainha Elizabeth bane roupas de origem animal do guarda-roupa

Foto: Istock

Segundo o veterinário Jorge Morais, o brilho de alguns itens são muito atraentes para os animais que querem brincar, mas acabam danificando a decoração e se machucando. “As bolas de vidro, por exemplo, devem ser evitadas, principalmente por quem tem cães, pois eles podem ingerir os fragmentos em caso de quebra”, alerta o especialista.

Foto: Istock

Outro item que pode ser perigoso é o pisca-pisca. “Os fios elétricos devem ficar fora de alcance, pois o pet pode levar choque, se queimar e até se enforcar”, orienta Jorge. O ideal, segundo ele, é deixar a fiação no alto e fixá-la bem. Donos de gatos devem observar também a disposição da mobília. “Recomendo checar a posição de prateleiras, estantes e outros mobiliários para evitar que eles facilitem o acesso do animal aos fios. Na dúvida, opte por guirlandas ou objetos pesados e maiores para não serem engolidos ou derrubados”, orienta.

Para árvore de natal, o especialista também dá algumas dicas. “Para evitar a aproximação dos cães, basta montá-la em cima de móveis, por exemplo. Os gatos, no entanto, não possuem essa limitação, por isso é preciso ter um pouco mais de paciência. Uma ideia é montar tudo aos poucos e bem antes do período de Natal, para que eles acostumem com a presença dos objetos no ambiente”.

Foto de destaque: divulgação