Estado distribuirá 200 mil botijões de gás para famílias em situação de vulnerabilidade

Por Redação
Estado distribuirá 200 mil botijões de gás para famílias em situação de vulnerabilidade
A iniciativa é resultado de uma parceria com a Nacional Gás, que forneceu a preço de custo, sem lucro para a empresa, informou o governador. (Foto: SVM)

O governador Camilo Santana anunciou, nesta terça-feira (7), pelas redes sociais, que o Governo do Estado distribuirá 200 mil botijões de gás a famílias em situação de vulnerabilidade durante a pandemia. A iniciativa, informou, é resultado de uma parceria com a Nacional Gás, que forneceu a preço de custo, sem lucro para a empresa.

LEIA MAIS >> Ministério Público destinará R$ 10 mi para combate ao coronavírus no Ceará, diz Camilo Santana

Governador anuncia instalação de 600 UTIs e compra de 5 mil kits de teste rápido para coronavírus

De acordo com o governador, os critérios para o recebimento do voucher que dará direito ao botijão de gás serão anunciados nos próximos dias. “É um momento de parceria, de todos darmos as mãos, em uma corrente de solidariedade, às pessoas que mais precisam”, destacou.

Reunião

Segundo Camilo Santana, nesta quarta-feira (8), às 9h30, ele se reunirá com todos os prefeitos dos municípios cearenses, a fim discutir estratégias, soluções e encaminhamentos para a questão do novo coronavírus no estado. A ideia, explicou, é fortalecer a importância do papel dos gestores municipais e dos secretários da Saúde

“Já temos casos confirmados em 39 cidades daqui. Esse vírus está em uma quantidade muito grande de propagação, de contaminação”, contou o governador.

Camilo Santana afirmou que o estado do Ceará está se antecipando quanto à recessão econômica que deverá ocorrer nos próximos meses, por causa da com a queda da arrecadação pública nos impostos. Conforme o gestor, para dar atenção a população, o Governo do Estado está fazendo uma série de investimentos em hospitais, profissionais, equipamentos, salientando que é necessário reduzir as despesas e priorizar o pagamento dos servidores.

Veja também