logo

Férias em família: conheça os cuidados necessários para hóspedes em hotéis

Por Redação
Férias em família: conheça os cuidados necessários para hóspedes em hotéis

A época de fim de ano, para muitas pessoas, é sinônimo de viagem em família. Nada melhor do que relaxar no hotel escolhido e aproveitar as descobertas de um lugar bonito. Para que a diversão seja garantida com segurança, o Site MT conversou com o consultor Jonas Alves, da Castelo Borges Segurança, que listou alguns cuidados necessários para hóspedes nesse período de férias.

LEIA MAIS >> Crianças nas férias: saiba os cuidados necessários em piscinas e playgrounds

O professor de segurança em hotelaria afirma que o primeiro passo para garantir uma viagem tranquila é a boa escolha do local de hospedagem. “O hotel, ao contrário do condomínio, é uma área semipública. Recomenda-se buscar dados da vizinhança, como incidência criminal na região”.

Segundo Jonas, informações sobre possíveis eventos no hotel também podem ajudar na escolha. “Pergunte se vai ter algum evento grande, como shows e convenções. Eventos com grande número de pessoas podem tirar a tranquilidade da família”, diz.

Recepção

Após a reserva e todos os preparativos finalizados, finalmente o esperado dia da viagem. Ao chegar no lobby do hotel, a bagagem deve estar sempre à vista.

“Nunca descuide da sua bagagem, mesmo com um segurança presente. Lembre-se que o hotel é um cenário diferente”.

Cuidados ao sair do hotel para passeios também são essenciais.”Busque levar só o necessário, mesmo saindo de carro. Por exemplo, costumo levar um cartão, um documento e algum dinheiro, apenas. Evite sair com joias e ostensivos.

Segurança dos pequenos

Viagem em família

Se a viagem incluir crianças, a atenção deve ser redobrada. “Cuidado com os quartos em andares elevados e sacadas abertas, elevador e escada rolante”, afirma.

Se passeio com os pequenos for além dos muros do hotel, recomenda-se ainda colocar pulseirinhas com apenas o primeiro nome da criança, telefone e nomes dos pais. “Não é recomendado colocar colares de identificação em crianças menores de três anos de idade”‘, diz Jonas.

Fotos: iStock

Veja também