logo

Governo do Ceará lança bolsa de R$ 200 para jovens que atuarem em ações ambientais

Por Redação
Governo do Ceará lança bolsa de R$ 200 para jovens que atuarem em ações ambientais
Os jovens selecionados pelo projeto devem receber R$ 200 por mês, durante dois anos (Foto: Divulgação)

O governador Camilo Santana lançou o Programa Agente Jovem Ambiental (AJA), na segunda-feira (11), com o objetivo de fomentar a participação da juventude em ações sustentáveis em espaços públicos. A iniciativa deve alcançar dez mil cearenses, entre 15 e 29 anos de idade. Os jovens selecionados pelo projeto devem receber R$ 200 por mês, durante dois anos.

LEIA MAIS >>> Camilo Santana amplia Cartão Mais Infância; 70 mil famílias serão beneficiadas

Beto Studart recebe presidente da CSP no BS Design

Para participar da seleção pública do benefício, os jovens devem ser de famílias que estão no Cadastro Único para Programas Sociais (CadÚnico) e também tem que estar matriculados em escola pública ou ter concluído o Ensino Médio em uma. O edital deve ser lançado até o final deste mês, as atividades do programa estão marcadas para começar em março.

Conforme o governador do Estado do Ceará, além de interferir positivamente na realidade ambiental, vai auxiliar milhares de jovens. “É uma política pública voltada à inclusão social e ambiental. Vamos atender aos jovens mais vulneráveis do Estado. O agente vai contribuir para melhorias ambientais do nosso Estado, nas unidades de conservação, em importantes espaços sociais. É um programa que vai estimular a participação desses jovens no contexto ambiental. Não tenho dúvida que vai ser um aprendizado enorme para eles”, explica Camilo Santana.

Sustentabilidade

O AJA deve estimular a participação cidadã em projetos socioambientais sustentáveis, com a proposta de viabilizar o desenvolvimento de competências e habilidades de jovens e, assim, ampliar as oportunidades de trabalho com geração de renda e o protagonismo juvenil.

O programa deve mobilizar os estudantes para a preservação do meio ambiente. Dessa forma, os jovens devem passar por uma formação realizada pela Secretaria do Meio Ambiente (Sema). Além disso, a capacitação deve respeitar o interesse dos participantes e as particularidades de cada região.

As temáticas abordadas serão: cidadania, ética, sustentabilidade, noções de unidades de conservação, educação ambiental, recursos hídricos e resíduos sólidos.

Veja também