Governo do Estado lança edital para financiar shows online de artistas locais

Por Redação
Governo do Estado lança edital para financiar shows online de artistas locais
A iniciativa tem o objetivo de reforçar a ideia de as pessoas não saírem às ruas durante a pandemia no novo coronavírus. (Fotos: Divulgação)

O Governo do Ceará lançará, nesta sexta-feira (27), um edital para 400 artistas cearenses promoverem shows e espetáculos online. A iniciativa tem o objetivo de reforçar a ideia de as pessoas não saírem às ruas durante a pandemia no novo coronavírus e auxiliar os grupos que ficaram impossibilitados de se apresentar em locais públicos em cumprimento ao decreto estadual do governador, que visa combater à pandemia no estado.

LEIA MAIS >> Casa onde viveu Antônio Conselheiro, em Quixeramobim, é restaurada e será reaberta com programação cultural

Chapada do Araripe pode ser eleita Patrimônio da Humanidade; Entenda

Com um valor total estimado de até R$ 1 milhão, o “Ceará Dendicasa: Festival de Arte de Casa para o Mundo” selecionará projetos com conteúdos artísticos para compor uma programação especial de difusão em redes sociais, TV e rádio. O edital quer manter vivo projetos artísticos locais de forma online, no período de abril a junho de 2020, explica o secretário de Cultura, Fabiano Piúba.

“A arte e o artista não param. Com esse edital, estamos fomentando a inventividade dos próprios artistas, agora, em suas redes sociais, relacionando-os com uma programação virtual dos equipamentos culturais da Secretaria da Cultura do Ceará, mas, sobretudo, conectando a criação dos artistas cearenses com o mundo, a partir de suas casas”, enfatiza.

Regras

De acordo com o Governo do Estado, as propostas poderão contemplar trabalhos experimentais ou tradicionais, performances e intervenções artísticas; transversais ou específicas em suas linguagens e expressões. Os materiais produzidos poderão ter duração variável, devendo, no entanto, ter duração mínima de um minuto e máxima de 60 minutos.

Poderão participar do credenciamento materiais inéditos, em desenvolvimento ou já realizados em outras plataformas físicas e/ou digitais, veiculados ou não nas redes sociais. Poderão ser produzidos ainda materiais para o público infantil ou adulto, com classificação etária livre, uma vez que o resultado será amplamente divulgado nas redes sociais. Todos os detalhes estarão disponíveis nas redes sociais e site da Secult.

Veja também