logo

Juntos contra a pandemia: Poço da Draga, Sol para Mulheres, adote uma família e mais

Por Redação
Juntos contra a pandemia: Poço da Draga, Sol para Mulheres, adote uma família e mais
Registro da fotógrafa Andréa Peixoto integra a iniciativa "Mulheres Cuidando de Mulheres". A foto encontra-se disponível para venda que será revertida em doações (Foto: Andréa Peixoto)

Dentre todas as transformações que a pandemia do novo coronavírus trouxe para o mundo, as iniciativas de solidariedade são, certamente, um movimento bastante positivo que resulta disso tudo. Para estimular cada mais campanhas com essa e promover a união, o Site MT divulga semanalmente projetos de enfrentamento à pandemia e ajuda aos mais vulneráveis.

As matérias com destaque Juntos contra a pandemia” apresentam um olhar sobre as boas ações neste período, além de orientações sobre como ajudá-las. Mais que isso: é também um convite a nos abrirmos para a empatia e exercitar o apoio ao próximo em qualquer época, independente de pandemia. Veja como você pode ajudar.

LEIA MAIS >> Minuto do Bem por Beto Studart

‘A energia da casa flui com menos coisas’, diz Erica Portugal em live

Poço da Draga

A comunidade Poço da Draga completou 114 anos em 2020. Marcada por um histórico de lutas, a comunidade tenta resistir a um forte contexto de vulnerabilidade social e costuma celebrar, anualmente, o aniversário da comunidade com programação gratuita e aberta ao público. Realizada desde 2005, com apoio institucional do Centro Dragão do Mar de Arte e Cultura (CDMAC), este ano, em virtude da necessidade de isolamento social para enfrentamento ao coronavírus, a comunidade não pôde realizar sua tradicional festa. 

O CDMAC está coletando alimentos não-perecíveis e produtos de limpeza e higiene. Para contribuir com a comunidade Poço da Draga, os interessados podem encaminhar os mantimentos até sábado (30), das 8h às 11h30, para a Multigaleria do Dragão. A comunidade pode ser ajudada também com doações em dinheiro, pela conta da ONG Velaumar Desenvolvimento e Cidadania no Picpay: https://picpay.me/velaumar.ong

Mais informações: Izabel Cristina Lima – ONG Velaumar Desenvolvimento e Cidadania  (85) 98733-8820 / 98960-7011

Sol para Mulheres

O “Sol para Mulheres“, programa da Imagem Brasil Galeria de apoio à produção artística, organizou a ação “Mulheres Cuidando de Mulheres” com o propósito de ajudar famílias afetadas pela crise atual e reuniu 60 imagens de fotógrafas cearenses para arrecadar fundos para 60 famílias lideradas por mulheres dos bairros Bom Jardim e Pirambu a serem beneficiadas no contexto da pandemia de Covid-19.

Como posso adquirir uma obra? Entre no site do projeto até dia 30 de junho.

Cestas básicas

O Centro de Integração Empresa-Escola – CIEE tem investido em ações para apoiar não somente o jovem, mas também seus colaboradores e a sociedade. A entidade criou uma plataforma online para reunir pessoas e instituições que buscam fazer doações de cestas básicas que serão destinadas a municípios de todo o Brasil, atendendo, dessa forma, milhares de famílias.

O CIEE também adaptou o suporte e a orientação do público atendido em situação de vulnerabilidade, agora realizados a distância pela equipe de assistentes sociais, via whatsapp. Para doar, acesse o portal da instituição.

Saúde no interior

A campanha “Solidariedade Sem Fronteiras” está levando remédios e tele-atendimento médico a famílias que precisam de assistência neste momento, na cidade de Amontada (CE), precisamente na região de Icaraí de Amontada, ou Icaraizinho (a 160km de Fortaleza). A iniciativa é apoiada pelos empresários Cláudio Nelson, Marcos Galaxe e Marcelo Quinderé em parceria com outros empreendedores da região.

Para profissionais se cadastrarem e doarem uma consulta: http://stgclinica.ddns.net/todoctor/ 

Mais informações:
cicapescandosaberes@gmail.com e (85) 99986-8872 (ONG Cica)

Adote uma família

A Paróquia Santa Teresinha do Menino Jesus, localizada no bairro Vicente Pinzon, promove a ação “Adote uma família” para ajudar famílias das periferias de Fortaleza. Para doar, acesse o Instagram da Paróquia (link abaixo).

Ser Ponte

O projeto Ser Ponte Fortaleza tem levado uma ajuda de R$ 180 a casas chefiadas por mulheres, que tenham um idoso ou criança pelo menos e que, preferencialmente, não recebam ajuda governamental.

O movimento foi idealizado pela pesquisadora Valéria Pinheiro e, no momento, beneficia famílias das comunidades do Titanzinho/Serviluz (Cais do Porto), Lagamar, Inferninho (Vila Velha), Marrocos (Bom Jardim), Jangurussu e Planalto Pici.

Como contribuir: entre em contato via direct no Instagram: @serpontefortaleza ou acesse o link da vaquinha virtual.

Veja também