Márcia Travessoni – Eventos, Lifestyle, Moda, Viagens e mais

Entre em contato conosco!

Anuncie no site

Comercial:

[email protected]
Telefone: +55 (85) 3222 0801

Publieditorial

Márcia Travessoni se delicia com novo menu degustação do Mayú

27 maio 2021 | Notícias

Por Redação

Márcia Travessoni ficou encantada com o novo menu degustação do restaurante Mayú (Foto: Camila Lima)

“O cearense precisa conhecer essa preciosidade que temos em Fortaleza. O menu degustação do Mayú não é só uma experiência. É algo único”. As palavras são de Márcia Travessoni após uma viagem gastronômica proposta pelo restaurante Mayú – que une ingredientes regionais com sabores de todo o Brasil. Ela, que não perde um bom prato, esteve presente na reabertura do espaço para jantar e experimentou o novo menu degustação assinado pelos chefs Ivan Prado e Diego Freire. Seguindo os protocolos de segurança, o evento aconteceu na quarta-feira (26) e contou com a presença de alguns convidados, como Lia Quinderé, Luiz Victor Torres e Maria Vital.

LEIA MAIS >> Restaurante Mayú aposta em receitas autorais produzidas com insumos locais e de fora do País

Como preparar um jantar romântico em casa

Márcia se encantou com o cardápio que faz referência aos três biomas do Ceará, mar, serra e sertão, em criações que dialogam com comidas típicas de outros estados. “O que eles fazem é maravilhoso e a mistura dos sabores do Brasil é deliciosa. Na minha opinião, o restaurante é digno de estrelas Michelin”, comentou.

“A parede da cozinha é toda transparente. É uma maravilha porque você consegue ver a harmonia daqueles chefs com os assistentes. Parece uma orquestra”,

diz Márcia Travessoni.
O chef Ivan Prado apresentou os detalhes de cada prato aos convidados (Foto: Camila Lima)

Com produtos frescos da estação, os pratos do novo menu são servidos em cinco ou oito etapas, sendo a segunda opção acompanhada de uma carta de drinks especiais para harmonizar. “Por trás dos nossos hábitos e tradições alimentares há tanta riqueza, exploradas aqui para proporcionar aos clientes uma experiência única em alta gastronomia”, garante o chef executivo Ivan Prado. A seguir, você confere detalhes do cardápio:

Couvert e snacks

Focaccia de jerimum e carne seca acompanhada de nata ácida (Foto: Camila Lima)

A noite começa com uma focaccia de fermentação natural de jerimum e carne seca, acompanhada de nata ácida à base de leite fermentado. Após o couvert, são servidos os snacks, que dão nova apresentação a sabores já conhecidos pelo paladar cearense, como a lagosta ao thermidor. A versão criativa e contemporânea surge como um rolinho crocante recheado de lagosta, maionese de salsa e pó de mostarda. Esse snack representa o mar, servido em trio, com os aperitivos relacionados à serra e ao sertão.

Os convidados degustaram taco de banana recheado com purê de banana e presunto de pato (Foto: Camila Lima)

Os sabores serranos se fazem presentes em um taco de banana recheado com purê da fruta, presunto de pato da casa, redução de bananinha e flor de sal de café. Já o sertão é representado pelo feijão verde, trabalhado como uma rocha, e um creme, acompanhado de queijo coalho defumado e sriracha, um molho de pimenta, feito com pimenta de cheiro, ingrediente que não pode faltar na culinária cearense. E olha que é só o começo.

Lagosta ao Thermidor (Foto: Camila Lima)

Entradas

Partindo para as entradas, os convidados experimentaram duas opções consideradas clássicos repaginados: cuscuz com carne de sol e ostra acompanhada de caipirinha. “São sabores que estão sempre na nossa mesa, seja em nossas casas ou na barraca de praia, mas que prometem surpreender com o uso de técnicas mais elaboradas e um toque da cozinha contemporânea”, adianta o chef Diego Freire.

Ostra acompanhada de caipirinha (Foto: Camila Lima)

A primeira traz uma fregola de cuscuz de milho com crocante de carne de sol, saladinha de coentro, espuma de queijo manteiga e gema de ovo curada. Já a ostra no vapor acompanha um refrescante sorvete de caipirinha de cachaça local, molho verde de coentro, maçã verde e salsão, além de pedaços de abacaxi com açafrão.

Pratos principais

Quando o assunto é prato principal, o Mayú oferece três opções, podendo o cliente degustar peixe, galinha e/ou carne bovina. A moqueca de peixe com tucupi faz a conexão entre Ceará e Pará, servindo um peixe em crosta de mandioca, bacon e ovas de tainha (Botarga), com palmito pupunha grelhado ao molho de moqueca e espuma de tucupi, finalizado com ovas de limão e salmão.

Moqueca de peixe com tucupi (Foto: Camila Lima)

Já a galinhada tem origem em Goiás, mas traz elementos fortes do Cariri cearense. O arroz tostado de frango com sufrito cearense é a base para a coxa de frango glaçada com molho roti de galinha, espuma de pequi com cajá e telha de quiabo. O prato foi escolhido como o favorito pela convidada Martinha Assunção. “Sou alucinada por pequi e com certeza acertaram em cheio na mistura dos ingredientes. Achei o menu riquíssimo com um misto de sabores e aromas diferentes. O atendimento também foi impecável”, comenta.

Galinhada com telha de quiabo (Foto: Camila Lima)

Os amantes da carne vermelha se deliciaram com o cupim cozido por 48 horas à baixa temperatura para realçar o sabor e alcançar a textura perfeita, uma inspiração vinda dos tradicionais churrascos do Rio Grande do Sul. Depois ele é grelhado e vai ao prato com macaxeira cozida em caldo de cogumelo e cebola, creme de cupuaçu e alho negro.

Sobremesas

Sorbet de limão com pitaya, gel de framboesa, caramelo de cardamomo e suco de acerola (Foto: Camila Lima)

Para iniciar a degustação dos doces, a pré-sobremesa propõe limpar o paladar para melhor apreciação dos sabores. O sorbet de limão vem com pitaya, gel de framboesa, caramelo de cardamomo e suco de acerola clarificado. Já a sobremesa fecha a noite com chave de ouro.

Os clássicos bolo mole e Romeu e Julieta, no Mayú, se transformam em um brulé de bolo mole servido com pequenas porções de blue cheese, goiabada cascão, goiabada defumada, suspiro recheado de catupiry com pimenta rosa, crumble de leite tostado e sorvete de queijo de cabra e goiaba, alcançando harmonia entre sabores e texturas.

A noite é finalizada com brulé de bolo mole servido com porções de blue cheese e goiabada cascão (Foto: Camila Lima)

A sobremesa agradou a chef Lia Quinderé, mente e mãos por trás da Sucré Patisserie. “Em tempos de pandemia, a gastronomia é uma forma de abraçar. Me senti abraçada de um jeito bem forte. Goiaba, Goiaba defumada, brulé de bolo mole, merengue com pimenta rosa e sorvete de queijo de cabra. Tudo estava incrível”, compartilhou.

A arte de criar pratos inovadores com insumos locais é uma área valorizada no ensino da Gastronomia, atividade que o chef Ivan Prado se dedicou por anos no Senac Ceará, instituição reconhecida pela formação de profissionais para o mercado. “Dentro e fora da sala de aula, esse é o tema central das nossas pesquisas. Em uma aula-show em São Paulo alguém perguntou: por que vocês não transformam toda essa expertise e conhecimento em algo para comer? E foi assim que surgiu o conceito do Mayú, uma cozinha contemporânea que enaltece a cultura alimentar do Ceará e do Brasil”, pontua.

Ivan Prado e Diego Freire assinam o menu degustação (Foto: Camila Lima)

Experiência única

Quem também amou cada momento do menu degustação foi a professora universitária Maria Vital. A diretora da Associação Brasileira The Rotary Foundation se surpreendeu com a apresentação e qualidade dos pratos. “Aperitivos, entradas, pratos principais e sobremesas estavam tão deliciosos que fica impossível dizer qual foi o melhor. Tudo maravilhosamente elaborado com insumos locais, que nos remetem às nossas raízes e à nossa identidade. Além disso, o atendimento é diferenciado porque toda a equipe é muito atenciosa. Todos estão de parabéns”, afirmou.

Suzane Farias, Maria Vital e Márcia Travessoni na reabertura do Mayú (Foto: Camila Lima)

Já o chef João Luiz de Lima, presidente da câmara de gastronomia do Ceará e assessor especial para gastronomia do Governo do Estado, avaliou bem a noite proporcionada pelo restaurante. “O Mayú oferece uma experiência completa e impecável que perpassa serviço e experiência sensorial. Gentileza de toda a equipe de salão, além do talento e competência da equipe da cozinha. Excelência pura!”, diz.

Ele ainda elegeu os pratos favoritos do menu degustação: “A releitura da lagosta ao thermidor da entrada, tanto pelo sabor quanto pela execução, o cupim com cupuaçu e alho negro pela explosão que me causou nas papilas gustativas e toda a emoção das variações de queijos e goiabadas da sobremesa”.

Normas de segurança

Seguindo todas as orientações do decreto estadual e protocolos de segurança, o Mayú opera com 50% da capacidade, garantindo o distanciamento entre as mesas e as pessoas. Além disso, outras medidas já haviam sido adotadas como restrição de número de pessoas por mesa, disponibilidade de álcool gel 70%, reforço nos procedimentos de higienização de todo o espaço, esterilização e proteção de talheres para não correr o risco de contaminação.

“Toda a equipe Mayú recebeu um treinamento específico de atendimento ao cliente para a retomada das atividades, atendendo as normas estabelecidas diante da pandemia do coronavírus”, afirma Juliana Soares, coordenadora do Restaurante Mayú e do Café Senac.

Serviço

Restaurante Mayú – Menu Degustação do Jantar
Endereço: Av. Desembargador Moreira, 1301 – Senac Reference – 4º andar
Funcionamento: De terça-feira a sábado, das 19h às 21h
Reservas: 85 9430-9755 (Whatsapp)
O Mayú também funciona no horário de almoço, de segunda-feira a sábado (12h às 15h).
Para mais informações, acesse o cardápio online.

Publicidade

VEJA TAMBÉM

Publicidade

PUBLICIDADE