A atriz consagrada Meryl Streep copresidirá o próximo Met Gala, um dos maiores eventos sociais de Nova York, segundo anúncio do Museu Metropolitano divulgado na última quinta-feira (7). A festa está programada para o dia 4 de maio de 2020 e terá como tema a passagem do tempo com o título “About Time: Fashion and Duration“.

LEIA MAIS >> MET Gala 2019: entenda o tema do baile e confira as melhores produções

“O Diabo Veste Prada” ganhará musical nos EUA com canções de Elton John

Na edição de 2020, Meryl será anfitriã ao lado de quatro personalidades, incluindo a atriz Emma Stone e o dramaturgo, compositor e ator Lin-Manuel Miranda.

Também comandarão o Baile de Gala o diretor artístico de coleções femininas da Louis Vuitton, Nicolas Ghesquière, e a presidente do “The Costume Institute” do Met, Anna Wintour. Meryl Streep foi escolhida, assim como os demais anfitriões, por Wintour, que serviu de inspiração para o filme “O Diabo Veste Prada” (2006).

Tema do ano

O Met Gala, que oficialmente se chama “Metropolitan Museum of Art Costume Institute Benefit” (ou, em português, “Evento Beneficente do Instituto de Vestuário do Museu de Arte Metropolitano”) tem como objetivo levantar fundos para o departamento de moda do museu.

Rapper Cardi B no Met Gala 2019 (Foto: Getty Images)

Além disso, o evento também marca a abertura da exposição anual do Costume Institute, que a cada ano contempla um tema pré-selecionado. Os convidados do baile aproveitam, então, para se vestir de uma forma mais ousada do que fazem nos tapetes vermelhos tradicionais.

Cara Delevingne, Naomi Campbell e Emma Stone no Met Gala 2019 (Foto: Reprodução)

Em 2020, o Met Gala, assim como a exposição anual que o acompanha, terá como tema a passagem do tempo: “About Time: Fashion and Duration” será o título da mostra sobre a evolução cronológica da moda.

O Met Gala reúne a cada ano um seleto grupo de celebridades americanas, que comparecem com figurinos excêntricos ao evento. As entradas custam U$S 35 mil cada e são necessários entre U$S 200 mil e U$S 300 mil para reservar uma mesa, segundo o jornal The New York Times.

Foto destaque: Reprodução/Oscar