O Museu de Arte da Universidade Federal do Ceará (MAUC) recebe a exposição “Espedito Seleiro – 80 anos de couro e alma”. A abertura acontece nesta terça (13), às 19h, e conta com a presença do homenageado. A mostra relata acontecimentos da vida e da obra do artesão. Estarão expostos exemplares do acervo pessoal e outros cedidos por colecionadores.

A exposição é fruto de projeto de extensão do curso de Design da UFC. Serão utilizadas duas salas do museu. Em uma delas, o tema será a relação de Espedito Seleiro com o couro, reforçando o elo pessoal do artesão com a matéria-prima.

Neste primeiro espaço, estarão expostas suas primeiras peças e o visitante poderá ver, por exemplo, uma bolsa feita por Seleiro para Violeta Arrais, ex-secretária de Cultura do Ceará, falecida em 2008.

>> Confira: XIII Bienal Internacional do Livro do Ceará divulga programação completa; Confira

Na segunda parte da mostra, será apresentada sua identidade mais marcante: as misturas entre cores e couro. São características de quando o artesão inicia o diálogo com importantes nomes do design de moda e de produto. Um exemplo é a parceria com os irmãos Fernando e Humberto Campana, que deu origem à coleção de mobiliário intitulada Cangaço, lançada em São Paulo e Miami.

Espedito conseguiu levar características do sertão para todo o mundo. O artista afirma que está imensamente feliz com a exposição, que irá ajudar a perpetuar seu trabalho para diferentes públicos.

Serviço
Exposição “Espedito Seleiro – 80 anos de couro e alma”
Abertura: 13 de agosto, às 19h
Museu de Arte da Universidade Federal do Ceará (MAUC)
Visitação de segunda a sexta-feira, das 8h às 12h e das 13h às 17h. 

Foto: Arquivo