logo

Navio holandês recebe quase 50 toneladas de mantimentos no Porto de Fortaleza

Por Redação
Navio holandês recebe quase 50 toneladas de mantimentos no Porto de Fortaleza
Todos os 966 tripulantes estão saudáveis e não houve embarque nem desembarque, explicou a Companhia Docas. (Fotos: Divulgação)

O navio de cruzeiro Koningsdam atracou nesta quinta-feira (2) no Porto de Fortaleza, no bairro Mucuripe, e recebeu, aproximadamente, 50 toneladas de comidas e bebidas para os 966 tripulantes, entre eles um brasileiro. Todos estão saudáveis e não houve embarque nem desembarque, explicou a Companhia Docas. Ao todo foram cinco contêineres que vieram de Recife para o Ceará pelo modal terrestre, dos quais três refrigerados e dois secos.

LEIA MAIS >> Cais Pesqueiro será leiloado e deve receber R$ 3,4 milhões em investimentos

Governo do Ceará assina acordo com empresa espanhola para ampliação de investimentos no Estado

Por volta das 15h30 de hoje (2), o navio de cruzeiro holandês seguiu viagem ao Panamá, em um percurso de, cerca de, 6 mil quilômetros via marítima e seis dias de navegação. A atracação no Porto de Fortaleza aconteceu depois que a Agência de Vigilância Sanitária avaliou os documentos que comprovavam a saúde dos tripulantes nos últimos 30 dias, e de não existir registro de qualquer tipo de doença ou suspeita de covid-19.

Ao todo foram cinco contêineres que vieram de Recife para o Ceará pelo modal terrestre, dos quais três refrigerados e dois secos

Temporada de cruzeiros

“É importante esclarecer que, apesar de toda a tripulação estar saudável, não houve desembarque e nem embarque de pessoas. Até mesmo porque há um decreto presidencial proibindo, neste período de isolamento social, a entrada de estrangeiros no país”, explicou a diretora-presidente da Companhia Docas no estado do Ceará, Mayhara Chaves.

O Koningsdam, durante a primeira parada no Brasil, encerraria a temporada de cruzeiros do Terminal Marítimo de Passageiros no último dia 24 de março. Devido ao avanço do novo coronavírus em vários países, os turistas desembarcaram no porto de Bridgetown, todos saudáveis. Além das duas instituições citadas, a ação teve apoio da Capitania dos Portos, da Receita Federal, da Polícia Federal e da Agência Nacional de Transportes Aquaviários.

Veja também