logo

‘Nosso foco será no turismo interno’, diz secretário Alexandre Pereira sobre retomada pós-pandemia

Por Redação
‘Nosso foco será no turismo interno’, diz secretário Alexandre Pereira sobre retomada pós-pandemia
Alexandre Pereira participou de uma live, nesta terça-feira (26), com Márcia Travessoni (Foto: Arquivo)

O secretário municipal de Turismo de Fortaleza, Alexandre Pereira, participou de uma live, nesta terça-feira (26), com a publisher do Site MT, Márcia Travessoni. A conversa abordou o “Futuro do turismo local e mundial” sobre as tendências pós-pandemia. O secretário compartilhou as estratégias que serão implementadas para driblar a crise. “As pessoas daqui conhecem os bairros de Fortaleza? No primeiro momento, nosso foco será no turismo interno e já estamos mapeando as memórias afetivas da cidade para traçar um roteiro”, diz.

A transmissão ao vivo aconteceu no Instagram de Márcia Travessoni, com o apoio do Hospital Gênesis, e integra a programação do #MinhaCasaExperience, projeto de conteúdos especiais veiculados durante o período de isolamento social.

LEIA MAIS >> ‘A época do superficial acabou e as casas passarão a contar histórias’, diz arquiteto Racine Mourão

Minuto do Bem por Consuelo Dias Branco

Márcia Travessoni comanda live do #MinhaCasaExperience

Segundo o titular da Secretaria Municipal do Turismo de Fortaleza (Setfor), o sentimento de pertencimento e a relação dos fortalezenses com a ‘própria casa’ impulsionará os primeiros passos do setor. “Imagina os hotéis da cidade fazendo promoções para os fortalezenses passarem um fim de semana com a sua família? Outro passo será o turismo em todo o Ceará, fortalecendo as pequenas pousadas e roteiros praia-sertão”.

O objetivo da iniciativa também visa valorizar ainda mais a cultura regional com a comunhão dos estados vizinhos. “Antes da pandemia, já estávamos pensando no turismo integrado Fortaleza-Natal. Nos inspiramos no exemplo de fora em que os visitantes da Europa entram em Paris e saem por Amsterdã, por exemplo. Gostaríamos de implementar algo parecido entre as capitais do Nordeste”, diz Alexandre Pereira.

Na opinião do secretário, o Instituto Brasileiro de Turismo (Embratur) terá duas missões no cenário pós-pandemia: “seguir a tendência do turismo interno, motivando o brasileiro a conhecer o Brasil, e fazer uma promoção muito grande lá fora para retomar o turismo internacional. Segundo ele, “o País vai ter que estar preparado”.

“As pessoas vão ficar mais restritivas. Verificarão se os hotéis estão seguindo todos os protocolos de vigilância sanitária e se o País está medindo a temperatura das pessoas nos aeroportos, por exemplo”, afirma Alexandre Pereira.

Retomada

Apesar das boas perspectivas para o turismo no início do ano de 2020, com expectativa de crescimento em várias atividades, a paralisação praticamente total de suas operações em meados de março deste ano, mudou completamente o futuro do setor.

De acordo com o secretário, a retomada não será tão rápida. No bate-papo, ele citou o estudo da fundação Getúlio Vargas sobre o impacto da pandemia no turismo brasileiro. “O turismo interno demorará 12 meses para retomar. Em julho deste ano, o setor poderá começar a retornar devagar, com pessoas visitando familiares distantes. Um nova alta estação acontecerá, teoricamente, em julho de 2021. Já o turismo internacional levará 18 meses para se estabelecer”, comenta.

Sobre as mudanças duradouras na área, Alexandre acredita que as pessoas estarão mais reflexivas sobre suas prioridades. “Tudo foi adiado e vimos que essa rotina maluca que vivíamos nem era tão prioridade assim. Acho que as pessoas vão repensar no que é mais importante para a saúde, família e natureza”.

Gestão

Alexandre Pereira também falou sobre os planos que estavam em andamento na Setfor, da Prefeitura de Fortaleza, em 2020. “Muitos projetos perderam na escala de prioridade. Com certeza vamos entregar a nossa Beira-mar, cartão postal da cidade. Os turistas amam a Beira-mar, porque os fortalezenses também amam”, diz.

“Também fizemos um projeto para os espigões, mas não vamos conseguir entregar até o final do ano e ficará para a próxima gestão, que também fará melhorias no Mercado dos Peixes”, afirma.

No ano passado, Alexandre venceu a categoria Profissionais de Destaque“, do Prêmio Nacional do Turismo 2019, no começo de dezembro. Na live com Márcia Travessoni, ele falou também sobre outra grande emoção como secretário: a edição do Projeto Pôr do Sol realizada no último domingo (24), que homenageou os profissionais de saúde.

“Visitamos 16 hospitais com o concerto e me emocionei várias vezes no dia. A live teve mais de 30 mil visualizações. Vamos refazer a ação nos próximos dois domingos visitando mais hospitais da Capital”, diz.

Programação

No site MT, quarta-feira (27) é dia de MT Cast. O episódio #13 do podcast da plataforma Márcia Travessoni vai falar sobre “O futuro do terceiro setor”. Para comentar o assunto, as convidadas são as empreendedoras sociais Beatriz Fiuza, do Instituto Beatriz e Lauro Fiuza, e Dora Andrade, da Edisca.

Na quinta-feira (28), às 18h, Márcia Travessoni comanda uma live com a designer de interiores, especialista em feng shui, radiestesia e terapia da casa, Erica Portugal. O tema da conversa será “Harmonização de ambientes”.

Veja também