Márcia Travessoni – Eventos, Lifestyle, Moda, Viagens e mais

Entre em contato conosco!

Anuncie no site

Comercial:

[email protected]
Telefone: +55 (85) 3222 0801

São João de Maracanaú terá programação de conscientização e acolhimento para mulheres

21 maio 2024 | Notícias

Por Redação

Campanha promovida pela Secretaria da Mulher ofertará uma programação
especial voltada para as mulheres durante os dias de evento
São João de Maracanaú vai contar com programação especial para mulheres (Foto: Reprodução/Freepik)

O São João de Maracanaú, que acontece, neste ano, entre os dias 31 de maio e 23 de junho, ofertará, por meio da Secretaria da Mulher do município, uma programação especial para o público feminino. Durante os dias de evento, a inicitiva irá promover conscientização, acolhimento e atividades culturais.

LEIA MAIS >> 5ª edição do Festival Boca de Cena traz agenda de arte e empreendedorismo

Um dos projetos da secretaria é a “Quadrilha da Terceira Idade”, que faz parte do projeto “De Bem com a Vida”. A diversidade sexual também estará em pauta para o público feminino do evento, com ações voltadas para a promoção da igualdade e direitos das pessoas LGBTQUIAP+.

O projeto também irá promover panfletagens, apresentações de danças e aeróbicas, com o objetivo de promover consientização sobre importunação sexual, previsto na a Lei Nº 13.718/18. Durante os dias de evento, também serão ofertados atendimentos com profissionais femininas do direito.

Na ocasião, advogadas estarão de plantão para tirar dúvidas e informar sobre o que diz respeito à efetivação dos direitos das mulheres de todas as idades. Além disso, profissionais psicólogas e assistentes sociais complemetarão a quipe para atendimento individual, caso seja necessário.

“É de grande importância esse trabalho que realizamos durante o evento. Recebemos várias denúncias de discriminação, por exemplo, e agimos junto com os demais órgãos na responsabilização dos infratores”, pontua Margareth Rose, secretária da Secretaria da Mulher de Maracanaú.

A ação acontece em parceria com a Delegacia de Defesa da Mulher, Projeto Paz no Lar, Juizado Violência, Polícia Militar, Grupo de Apoio a Vítimas de Violência (GAAV), Conselhos dos Direitos da Mulher de Maracanaú, Coordenadoria da Diversidade Sexual e Promoção da Igualdade Racial de Maracanaú.

Publicidade

VEJA TAMBÉM

Publicidade

PUBLICIDADE