logo
X

Superfoil Brasil 2020 realiza limpeza subaquática na Praia de Iracema

Por Redação
Superfoil Brasil 2020 realiza  limpeza subaquática na Praia de Iracema
Mergulhadores profissionais realizaram uma limpeza subaquática no local. (Foto: Divulgação/romantsovaphoto)

O Superfoil Brasil 2020, inédito campeonato internacional de Kite Hydrofoil Freestyle e Wing Foil, realizado entre terça-feira (10) e o último sábado (14), na Praia de Iracema, além de consagrar os próximos campeões nas modalidades, também conscientizou a população, bem como os competidores sobre a limpeza dos mares na Capital. A organização do evento realizou uma limpeza subaquática no local, e entregou  50 mochilas recicladas feitas com velas de kite, que são, na maioria das vezes, descartadas após o período de uso. 

LEIA MAIS >> Ana Cristina Pinto fala sobre estilo de vida e conexão com a natureza

Veja o roteiro de Bruna Marquezine pelas praias do Ceará

A limpeza subaquática na Praia de Iracema, realizada ao final do evento, no sábado (14), contou com a ajuda de mergulhadores profissionais, conta o coordenador de comunicação do evento, Mateus Vieira. “Ainda não sabemos a quantidade exata de material encontrado, mas achamos muitas garrafas de vidro, garrafas pets, práticos no geral como pedaços de madeira e borracha de pneu”, pontuou. 

“Essas ações visam alertar a população para a utilização correta da reciclagem, sustentabilidade e consciência ambiental a fim de cuidar mais da limpeza geral das praias e dos oceanos. Cada um fazendo sua parte, e tendo consciência de utilizar cada vez menos materiais que poluem as praias, já estará construindo um futuro melhor para as espécies marinhas e nossos filhos e netos”, defendeu ele. 

As mochilas bags entregues aos competidores, segundo Mateus Vieira, são feitas pela empresa Green Bag Brasil, que capta velas de kite antes do descarte, desinfeta e os leva para o corte e costura. “O  material usado para a confecção das mochilas bags foi retirado de lonas de kites antigos, com mais de 10 anos de uso, e que não possuem possibilidade de reciclagem após o uso”, destaca ele. Ele destaca que a distribuição das bags entre os competidores visa “incentivar a reutilização de materiais normalmente não recicláveis”. 

Durante o evento foram entregues bags feitas com material captado de velas de kite. (Foto: Divulgação/romantsovaphoto)

Além das ações de conscientização ambiental, conforme Mateus Vieira, todo o material gerado durante o evento, como garrafas pet e outros objetivos encontrados na areia e no mar, foram enviados para reciclagem. 

Veja também