Márcia Travessoni – Eventos, Lifestyle, Moda, Viagens e mais

Entre em contato conosco!

Anuncie no site

Comercial:

comercial@marciatravessoni.com.br
Telefone: +55 (85) 3242 0333

Redação:

conteudo@marciatravessoni.com.br
conteudo1@marciatravessoni.com.br

Publieditorial

Santa Branca dobra faturamento e celebra 35 anos com lançamento de franquias

15 jun 2021 | Poder

Por Redação

Maurício Filizola e Laura Paiva lideram a rede de Farmácias Santa Branca (Foto: Camila Lima)

Quem disse que conversar sobre saúde não pode ser divertido? De dancinhas do Tik Tok a vídeos de humor nas redes sociais, a rede de Farmácias Santa Branca celebra 35 anos de história este mês, destacando-se no mercado cearense por incentivar o bem-estar de forma descontraída e acessível à população – dentro e fora da web. No último ano, a empresa liderada pelo casal de farmacêuticos Maurício Filizola e Laura Paiva dobrou o faturamento e prepara-se para lançar a própria franquia no segundo semestre de 2021.

LEIA MAIS >> Luiz Gastão Bittencourt reassume presidência do Sistema Fecomércio no Ceará

Águeda Muniz assume diretoria executiva da C.Rolim Engenharia

Passeando pelo feed do Instagram da rede é fácil perceber a comunicação bem humorada e as sacadas que chamam a atenção do público, a exemplo de parcerias com os comediantes cearenses Tirullipa e Adamastor Pitaco, além de uma divertida interação entre os próprios funcionários. As brincadeiras, aliadas à outras iniciativas, estão trazendo bons resultados.

Segundo a diretora da corporação, Laura Paiva, a pandemia do novo coronavírus é responsável por uma fase desafiadora, mas também despertou o movimento de maior autocuidado, tema que pode ser tratado com leveza. “Vimos que as pessoas começaram a se cuidar mais e, dentro desse período, abrimos três filiais – uma em Sobral e duas na Caucaia – com o propósito de levar saúde e prosperidade para população”, afirma.

No mês de junho, em celebração ao aniversário, a empresa inaugura a 18º unidade, localizada no bairro Jurema, na Região Metropolitana de Fortaleza, e até o fim do ano pretende abrir mais quatro farmácias no Ceará.

Laura Paiva afirma que em 2020 a população passou a focar mais no autocuidado (Foto: Camila Lima)

Outro investimento da rede implementado em 2019, e reforçado em 2020 e 2021, é a Consultvida: sala para atendimento farmacêutico dentro das unidades, oferecendo serviços variados como teste de Covid-19, aplicação de injetáveis, exames rápidos, revisão de medicação, entre outros.

“Nós sabemos que a farmácia é, hoje, a porta para serviço de saúde. Apenas 20% da população tem plano de saúde. A gente sabe que quando é algo mais simples, como uma otite ou problema dermatológico, é na farmácia que eles vão a primeira vez. Nós queremos sempre ter esse olhar da farmácia como lugar de saúde“, comenta a diretora.

Laura Paiva e Maurício Filizola celebram os 35 anos da empresa (Foto: Camila Lima)

Expansão

Laura Paiva revela que os próximos passos das Farmácias Santa Branca visam alcançar a participação de 5% do setor farmacêutico cearense. Para isso, a grande aposta é o lançamento da franquia até o fim deste ano. “A gente percebeu que muitos profissionais farmacêuticos pretendem ter a própria loja e alguns até já tiveram, mas enfrentam a falta de retaguarda de gestão. Como a Santa Branca já tem essa experiência de 35 anos, com TI, RH, setor de compras, entre outros, queremos dividir tudo isso com eles que cuidariam da frente de loja”, explica.

Até o final do ano, a rede lançará a própria franquia para dar suporte a farmacêuticos (Foto: Camila Lima)

“Outro desafio é que muitas vezes esse farmacêutico não tem capital, mas já fechamos uma forma de financiamento para os profissionais que pretendem entrar e, inclusive, já temos 22 cartas de intenção dos nossos próprios funcionários. A ideia é levar a nossa cultura e atendimento especializado com muito cuidado. Em 2022, queremos abrir 15 lojas nesse modelo de franquia“,

anuncia Laura.

Início

Em entrevista, Laura ainda relembrou os primeiras passos da empresa – incorporando o clima festivo deste mês. Fundada em 1986, a rede começou de forma simples pelas mãos do farmacêutico Maurício Filizola, que atualmente é diretor-presidente da corporação. “Quando terminou a faculdade, Maurício foi servir no Exército e com o dinheiro que juntou, ele abriu a primeira loja na Avenida da Universidade. Era tudo bem simples. Entrei na empresa 15 anos após a criação”, comenta.

A primeira unidade das Farmácias Santa Branca foi inaugurada no bairro Benfica, em Fortaleza (Foto: Arquivo)

O nome Santa Branca veio nos anos 2000, após o rebranding da companhia, mas até lá a empresa era conhecida como Farmácia J. Filizola. “Maurício comprou a primeira loja do senhor Arthur de Carvalho, um farmacêutico que tinha um medicamento muito vendido no Ceará. Na época, ele não tinha dinheiro para trocar a placa e ela permaneceu lá por um tempo. Tem uma foto antiga que dá pra ver (risos). Hoje, essa loja é a nossa matriz e local do nosso escritório”.

Maurício Filizola relembra os primeiros anos da empresa (Foto: Camila Lima)

Nas redes sociais, o diretor-presidente da empresa também recordou os primeiros momentos da rede. “Parece que foi ontem. Lembro das primeiras prateleiras, da infraestrutura que era bem pequena, mas principalmente dos primeiros colaboradores. Eram dois: eu e meu irmão Tarcísio. Fazíamos de tudo, compras, entregas, atendíamos no caixa. Esse era o nosso dia a dia e foi assim por vários anos. Dá muito orgulho desta construção que foi feita com muito respeito aos nossos colaboradores, fornecedores e, principalmente, aos nossos clientes. Hoje nos temos uma história empresarial no Ceará que é referência”, partilha Maurício Filizola.

Publicidade

VEJA TAMBÉM

Publicidade

PUBLICIDADE