Márcia Travessoni – Eventos, Lifestyle, Moda, Viagens e mais

Entre em contato conosco!

Anuncie no site

Comercial:

[email protected]
Telefone: +55 (85) 3242 0333

Redação:

[email protected]atravessoni.com.br
[email protected]

Publisher Blog | Moda em tempo real

16 out 2012 | Blog

Por Lucas Magno

Por Márcia Travessoni

Tecnologia e moda sempre aliadas

De repente, a engrenagem da moda mudou. As tendências que eram lançadas 4 vezes ao ano nas mais importantes passarelas mundiais, e só depois eram traduzidas para as grandes revistas de moda, chegavam meses depois nas mãos dos consumidores fashionistas. No guarda-roupa, então, demoravam ainda mais pra chegar.

Essa roda girou por completo, não que tudo isso deixou de existir, pelo contrário, continua forte, a diferença é que as tendências não saem mais das passarelas de Milão, Paris, Nova York e Londres. As tendências agora saem do mundo inteiro. Como isso aconteceu? Muito simples, algumas moças e rapazes, homens e mulheres começaram a mostrar ao mundo quem eles são.

Algumas ferramentas simples e básicas fizeram essa revolução. Um blog, uma câmera e uma pequena dose de estilo pessoal provaram que são mais que suficientes para a democratização da moda.

Looks originais e excêntricos fizeram os blogueiros, espalhados pelo mundo inteiro, ganharem milhares de fãs mundo afora, e muitos deles estão uma temporada à frente da indústria da moda.

A influência dos blogs de moda é um fenômeno cultural que mostrou como é rápido quebrar uma estrutura estabelecida durante muitos e muitos anos.

Tavi e Bryan Boy ganharam fama e trabalhos importantes no mundo da moda

Assistimos a uma Revolução

O mundo – da moda – corre cada vez mais veloz. Entra temporada, sai temporada, as ideias propostas e os personagens desse grande quebra-cabeça, que movimentam a indústria do estilo, se renovam de forma mais rápida pra acompanhar nossos tempos. Tempos de banda larga ultraveloz, inovações que ficam velhas instantaneamente e clicks ágeis em frente a notebooks, tablets e smartphones. Por isso mesmo, a gente propõe agora uma parada estratégica, para olhar mais de perto as grandes transformações que a internet e a vida
on-line estão impulsionando na moda.

Pra começo de história, muito dessa agilidade nasceu com a geração Y, uma turma acostumada às inovações tecnológicas vividas nos anos 80 e 90, abrindo espaço para a geração Z. Esses, nascidos junto com a World Wide Web, nossa velha e boa internet. Foram eles que construíram as bases para a sociedade mega conectada que existe hoje e são os personagens principais da era do instantâneo no qual estamos imersos.

Nesse universo de possibilidades que se abriu para o mundo, a moda soube aproveitar como ninguém as benesses dessa ferramenta tão dinâmica que é a internet. A começar por nós, consumidores, que ficamos mais atentos e conscientes sobre nossa importância na cadeia produtiva de consumo. O mercado teve, então, que se adaptar a todo esse poder e passou a criar novas formas de (re)pensar as relações com seus clientes. Com o mundo inteiro de olho, a responsabilidade em agradar e conquistar ficou ainda maior.

Falando em poder, nunca o cliente teve tanta razão. Agora, ele opina, critica, participa e cria junto com suas marcas e grifes prediletas. Nesse contexto, uma figura é particularmente fundamental no processo: os blogueiros de moda. Eles representam nossos desejos de interagir e colaborar com a indústria da moda, que ganhou um aliado conectado o tempo todo, colaborando com conteúdo a cada nova postagem, que ao final se materializa em coleções reais.

Alexandre Birman + blogueiras internacionais na fábrica da Schutz

Quem nunca ouviu falar de Bryanboy? O filipino é um superstar no mundo da moda, graças ao seu blog mega acessado, o que lhe valeu um lugar ao sol no concorrido universo de editoras e jornalistas de moda. Hoje, ele divide espaço na primeira fila dos principais eventos de moda ao lado de ícones como Anna Wintour e já teve uma edição limitadíssima de uma bolsa Louis Vuitton criada em sua homenagem. Quer outra prova da influência dos blogueiros de moda? A americana Tavi Gevinson, aos 13 anos, criou um blog, mais um entre tantos endereços criados por jovens para expressar seu estilo de vida. Só que esse estilo de vida da jovem começou a inspirar muita gente pelo mundo e logo chamou a atenção de gente importante no mundo da moda, como a já citada e poderosa Anna Wintour, que viram na garota uma conexão com novas ideias. Resultado, Tavi também virou celebrity instantânea. Hoje, com apenas 16 anos, ela edita uma revista on-line de moda e arte, já foi capa da POP, publicação premium de moda, e colabora com ideias para muitas grifes.

Não se engane pelo rostinho de menininha de Tavi

No Brasil, esse fenômeno gerou novos negócios na moda. A jornalista e assessora de imprensa, Alice Ferraz, enxergou rápido como lucrar com esse fenômeno, reuniu as it girls mais poderosas espalhadas pelo Brasil e criou o F*Hits. O projeto é uma parceria entre Alice Ferraz e o Grupo RBS, e tem como finalidade proporcionar para seus anunciantes impacto no público certo, com total relevância e retorno imediato de investimentos sobre suas campanhas. Logo depois, veio o F*Hits Shops, tudo que as blogueiras vestem vira desejo e pode ser imediatamente comprado.

Recentemente, uma dupla de cearenses entrou para o F*Hits, Marília Queiroz e Nicole Pinheiro (blog The Fashion Hall). Em depoimento, elas comentam: “Nossas vidas sempre estiveram envolvidas com moda, mas demoramos para perceber que tudo que aprendemos e usamos no nosso dia-a-dia poderia ser útil para outras pessoas que querem conhecer e discutir sobre estilo e tendências.” O blog reúne muito do estilo de vida das duas, decoração, música, gastronomia e claro “looks do dia”.

Inspirar para criar. É com essa troca saudável de informações entre grifes e consumidores que está renovando passarelas, guarda-roupas e estilos mundo afora.

Aline Pinho, também cearense, sagitariana, passou 7 anos fora do Brasil, mãe da Liz, casada, super dona de casa, adora etiqueta, assume ser consumista. Além de moda, ama design, arte e decoração. Desde 2010, atualiza um blog que leva o seu nome para dividir o que acha interessante com as pessoas que têm os mesmos interesses. Uma leitura diária, que virou mania.

Bom exemplo de blogueira que movimenta a cena local é Joana Laprovitera, que lançou um blog esse ano e é sua nova paixão na moda. Ainda por aqui, vale a pena também acessar os blogs Take The Trend das queridas Paulinha Sampaio, Rafaela e Luisa, que trazem posts incríveis sobre estilo e novidades frescas do mundo da moda. Para elas, “Moda não tem só um estilo e nem só de roupas se fazem tendências. Por isso, sentimos a necessidade de colocar na rede um espaço para compartilhar nossas ideias e experiências. Resolvemos unir a criatividade da Rafa, a descontração da Luisa e a autenticidade da Paulinha em um só universo”.

Take the Trend

Quem não tem um blog hoje? Essa é a profissão mais desejada do momento no mundo da moda. Ser estilista? Produtor? No more.

As celebridades de hoje no mundo da moda não são mais as editoras de revistas, as top models ou top fotógrafos, são os blogueiros e blogueiras. Para lançar a coleção de verão da Schutz, Alexandre Birman trouxe 4 blogueiras internacionais para São Paulo e Rio, Aimee Song, do Song of Style, Kelly Framel, do The Glamourai, Jane Aldridge, do Sea of Shoes, e Shea Marie, do Cheyenne Meets Chanel, que chegaram com a agenda lotada de compromissos com as fashionistas brasileiras, entre São Paulo e a visita à fábrica da Schutz, em Campo Bom, no Rio Grande do Sul.

Patrícia Bonaldi, estilista mineira de Uberlândia conhecida pelos vestidos de festa, lançou a Pat Bo, sua segunda marca. Patrícia convidou 3 blogueiras de peso (Tássia, Lalá Noleto e Camila Coutinho) para ajudar a idealizar a primeira coleção da grife que tinha como tema o “luxo global”.Top of Form

Por isso, toda vez que você quiser atualizar seu guarda-roupa ou antecipar seus desejos de moda, antes mesmo de passar nas lojas, acesse seus blogs e sites preferidos. Eles são uma fonte inesgotável de estilo.

E-commerce – O Novo Negócio da Moda


Farfetch foi uma das responsáveis pelo boom do e-commerce

Imagine que você precisa dar um up no seu estilo e renovar o guarda-roupa. Qual o primeiro lugar que vem à sua mente? Sua loja preferida, é claro, ou quem sabe você resolve bater perna pra procurar o que quer por aí. Pois saiba que muitos fashionistas hoje estão fazendo isso sem sair de casa, com apenas alguns cliques.

Isso porque a onda do e-commerce está revolucionando a nossa maneira de consumir. A oferta de lojas on-line é cada vez maior e a praticidade é só uma das vantagens de comprar pela internet. Grifes como a gigante e tradicional Burberry transformaram a internet em pontos de venda virtuais, onde dá pra comprar peças que acabaram de desfilar na passarela. Sinal dos tempos onde atender bem o cliente é proporcionar experiências únicas e exclusivas de compra.

Durante o MaxiModa 2012 – Seminário de Negócios de Moda do Nordeste, o e-commerce virou tema de interesse do mercado local com uma palestra do executivo da multimarcas on-line Farfetch.com, que disponibiliza as melhores grifes do mundo para os brasileiros em seu endereço, com entrega e satisfação garantidas. Até o Facebook virou mercado onde clientes podem escolher e comprar peças. Muitas grifes abriram por lá suas “lojas”.

A gente sabe que não tem nada como provar e experimentar uma peça na loja, pedir a opinião da amiga e sair vestida de lá. Mas uma coisa é certa, comprar moda e estilo pela internet é um caminho sem volta que fica cada vez mais rápido e fácil. Que tal experimentar?

Matéria publicada originalmente na nova edição da revista Casa Cor CE

Publicidade

VEJA TAMBÉM

Publicidade

PUBLICIDADE