O universo da cultura foi o centro das atenções nesta noite de quinta-feira, 29, com a criação da Academia Cearense de Cultura – Acecult no Palácio da Luz. O evento ainda teve a posse de 40 intelectuais cearenses que contribuem para o crescimento da cultura no Estado. Entre os 40 nomes, encontra-se o do diretor do Grupo Edson Queiroz, Edson Queiroz Neto. O professor Tales de Sá Cavalcante, diretor da Organização Educacional Farias Brito, o advogado e pianista Ricardo Bacelar e Manoela Bacelar também tomaram posse de suas vagas na Acecult, assim como Ticiana Rolim, diretora comercial e de marketing da C. Rolim Engenharia.

sessa%cc%83o-solene-de-instalac%cc%a7a%cc%83o-da-acecult-e-de-posse-coletiva-do-seus-acade%cc%82micos-2

Todas as 40 cadeiras da Academia têm um patrono, que é uma pessoa de destaque no ramo das artes no Ceará, como artistas, intelectuais e promotores culturais. O industrial Edson Queiroz, por exemplo, apadrinha a cadeira ocupada por seu neto, Edson Queiroz Neto, e Dona Yolanda Queiroz rege a cadeira assumida por Manoela Queiroz. Foram homenageados como patronos também personalidades como Chico Anysio, o maestro Eleazar de Carvalho e a escritora Rachel de Queiroz. Os 40 acadêmicos que assumiram as vagas na Academia Cearense de Cultura se reunirão mensalmente para discutir a cultura realizada no Ceará.

sessa%cc%83o-solene-de-instalac%cc%a7a%cc%83o-da-acecult-e-de-posse-coletiva-do-seus-acade%cc%82micos-73

O momento em que Manoela Bacelar recebe sua medalha