O governador Camilo Santana assinou, na manhã desta quarta-feira (27), em solenidade no Palácio da Abolição, a mensagem que encaminha para a Assembleia Legislativa o Projeto de Lei instituindo “2019 – O ano Cultural Sérvulo Esmeraldo.

O ato, em alusão aos 90 anos de Sérvulo, comemorados hoje, abre as celebrações do calendário cultural; que conta com programação alusiva também nesta quarta-feira, no Cineteatro São Luiz, com cerimonial celebrativo, apresentação musical e a exibição do documentário “Sérvulo Esmeraldo: o espaço no infinito”.

A solenidade, no Palácio da Abolição, contou com as presenças da viúva de Sérvulo Esmeraldo, Dodora Guimarães; dos secretários Fabiano Piúba (Cultura) e Élcio Batista (Casa Civil); do presidente da Assembleia Legislativa, Dr. Sarto; além de demais autoridades, familiares e amigos.

“Fiz questão de fazer esse ato em reconhecimento da história do nosso querido Sérvulo. Fazer de 2019 o Ano Cultural do Sérvulo é uma forma de reconhecer seu trabalho. Ele é um exemplo de talento, de estímulo. Quero fazer ainda muitas homenagens a ele”, afirmou o governador.

Dodora Guimarães, viúva de Sérvulo Esmeraldo, e Márcia Travessoni

“Isso anima não só a família do Sérvulo, mas toda uma juventude, todos que acreditam no futuro melhor”, disse ainda Dodora, na solenidade.

A ação presta homenagem “in memoriam” para Esmeraldo, um artista pioneiro; inventor reconhecido nacionalmente e internacionalmente como desenhista, escultor, gravador, ilustrador e pintor cearense. Sérvulo sempre foi preocupado em difundir a cultura no Estado do Ceará e fez uso de seu prestígio como artista internacional, agindo em defesa da política cultural, bem como da classe artística.

Confira a cobertura:

Fotos: Kleber Gonçalves