O Centro de Eventos do Ceará foi palco da abertura de um evento grandioso para a cidade na noite desta quarta-feira, 15. O 35º Congresso Nacional de Sindicatos Empresariais do Comércio de Bens, Serviços e Turismo chega à Fortaleza com ideais bem firmados: promover reflexões críticas acerca da necessidade de união e ação colaborativa para alcançar a auto sustentabilidade das entidades sindicais, representantes legais do comércio. Realizado pelo Sindilojas, em parceria forte com a Fecomércio-CE, o CNSE é um marco definidor para uma nova e vigorosa concepção mercadológica que aponta caminhos concretos para um crescimento expressivo das atividades do setor.

Durante solenidade, 15 presidentes de federações ao redor do Brasil subiram ao palco

A abertura oficial contou com o prestígio de representantes e presidentes de sindicatos e federações do Brasil todo, fomentando a união dos setores em uma busca constante por melhorias econômicas. Durante três dias de evento, uma intensa programação de palestras, workshops, seminários e debates estabelecem direções para fortalecer o segmento. Em discurso feito na Solenidade, Maurício Filizola, presidente da Fecomércio-CE, reiterou o foco na conversa compartilhada do congresso. “Nós estamos em constante diálogo, nada se faz sozinho. No Ceará, enquanto federação, temos os sindicatos da nossa base, que sempre ouvimos. Nesse diálogo, nós conseguimos descobrir quais são as principais dores do setor. E, através disso, a gente já tem uma noção do que acontece no restante do país. Outro ponto importante é ouvir a entidade máxima do setor, que é a Confederação Nacional do Comércio. Muitos dos temas que estão dentro da programação tem também na sua construção um diálogo nosso e das outras federações com a CNC”.

Maurício Filizola

No palco, além de Filizola, tiveram grande destaque o presidente do Sindilojas, José Cid Alves, o vice-presidente administrativo da Confederação Nacional do Comércio, Luiz Gastão Bittencourt, e o presidente da CNC, José Roberto Tadros, que, inclusive, será homenageado no encerramento do evento, com a Medalha do Mérito Comercial do Ceará, por sua contribuição às instituições do Sistema Fecomércio. “Nós estamos diante de novos tempos, onde é preciso reinventar o modelo do passado para fortalecer e inspirar, gerando auto sustentabilidade para o novo sindicalismo empresarial e atuações dos seus braços sociais”, comentou Gastão.

>> VEJA TAMBÉM: Luiz Gastão Bittencourt: a trajetória de um visionário

Luiz Gastão Bittencourt na companhia de Élcio Batista, representando o Governo do Estado do Ceará

E como o Ceará tem fama de Estado acolhedor, a recepção do evento não deixou a desejar, com pocket show da bela Orquestra de Sanfonas do Ceará, apresentação da Companhia de Dança Edisca e show exclusivo de Waldonys, encarregado também de tocar o Hino Nacional durante a solenidade, com sua sanfona. O 35º CNSE acontece até o dia 17 de maio, promovendo união e diálogo para o constante revigoramento do setor. Confira a programação completa clicando AQUI.

Vale destacar que a Prática Eventos foi a responsável pela organização do Congresso e o Lulla`s assina o buffet dos três dias de evento.

Rodrigo Leite, Hugo Leão e Amilton Silveira
Waldonys

Fotos: Alex Campêlo