Em solenidade na noite de segunda-feira (11), o Instituto do Ceará empossou a nova diretoria. O evento, que aconteceu no Auditório Thomaz Pompeu Sobrinho, começou com o escritor José Augusto Bezerra, escolhido orador oficial da noite.

Lúcio Alcântara é o presidente da diretoria reeleita para o mandato 2019/2021. Ainda integram o grupo Osmar Diógenes (1º vice-presidente), Pedro Leite (2º vice-presidente), Pedro Silva (diretor da biblioteca e arquivo), Miguel Ângelo de Azevedo (diretor de comunicação), Geová Cavalcante (secretário geral), Juarez Leitão (1º secretário), Affonso Pereira (2º secretário), José Eurípedes Júnior (1º tesoureiro) e Luciano Klein Filho (2º tesoureiro).

O presidente aproveitou a solenidade para assinar o convênio que prever educação patrimônio para cerca de dez mil alunos da rede municipal de ensino, com visitas orientadas ao Museu de História Barão de Studart.

A noite ainda foi marcada pela entrega do título de sócio benemérito do Instituto do Ceará ao Governador do Estado, Camilo Santana. Consuelo Dias Branco também recebeu o título de sócia benemérita, mas não esteve presente na solenidade, pois estava viajando.

Instituto do Ceará

O Instituto de Ceará foi fundado em 4 de março de 1887, sendo a mais antiga instituição cultural do Ceará e uma das mais antigas do Brasil. A instituição tem como finalidade o estudo e a difusão da História, da Geografia, da Antropologia e Ciências correlatas, especialmente do Ceará. Ao longo desses anos, o Instituto tem contribuído com diversas atividades no campo histórico-cultural, constituindo-se o mais importante centro de preservação da memória do nosso Estado.

Confira a cobertura:
Fotos: Kleber Gonçalves