Emoção e homenagens marcaram a abertura do 29º Cine Ceará – Festival Ibero-Americano de Cinema, nesta sexta-feira (30), no Cineteatro São Luiz. O evento teve a presença da atriz Fernanda Montenegro e do governador Camilo Santana. Na ocasião, foi exibido o filme “A Vida Invisível”, do cearense Karim Aïnouz, que vai representar o Brasil na corrida pelo Oscar. 

CONFIRA >> MT Cast #01 | Karim Aïnouz fala de cinema cearense, Fernanda Montenegro e afetividade; ouça

Ciro Gomes e o secretário da Cultura Fabiano Piúba também participaram da cerimônia. “O Cine Ceará é consolidado como esse Festival Ibero-americano que conecta a produção do Brasil com o mundo. É muito importante estarmos aqui”, afirmou Fabiano.

Já Camilo ressaltou a importância de investimentos na área e afirmou que os 100 servidores do concurso da Secult serão convocados. Além disso, firmou compromisso de dobrar os recursos investidos no audiovisual no segundo mandato.

“Quero parabenizar os organizadores do Cine Ceará, um dos mais importantes eventos de audiovisual do Brasil que está acontecendo em um momento especial para o Ceará. A nossa terra é a terra da luz, mas também é do Cinema”, afirmou Camilo. 

Reconhecimento

Karim ainda recebeu homenagem do Governo do Estado e outro pela carreira na forma do Troféu Eusélio Oliveira, entregue por Fernanda Montenegro. Aclamada pelo público, a atriz discursou no evento. “O Brasil vai dar certo. O Brasil vai vencer pela arte. É na arte que o Brasil dá certo”, disse.

Fernanda também leu a carta que recebeu de Karim convidando-a para atuar no filme. “O que realmente me pegou na história foram as coincidências com as histórias da minha própria vida”, falou as palavras escritas pelo diretor.

Após a sessão, o cantor Marcos Lessa fez um animado show na Praça do Ferreira. O Cine Ceará segue até a próxima sexta-feira (6) e contará com várias atrações, além de receber uma feira de gastronomia com foodtrucks.

LEIA MAIS >> 29° Cine Ceará traz programação musical na Praça do Ferreira; confira

Veja fotos do evento, por Eri Nunes.