logo

Arquiteto Carlos Otávio fala sobre temporada no Brasil: ‘Senti saudade das pessoas’

Por Redação
Arquiteto Carlos Otávio fala sobre temporada no Brasil: ‘Senti saudade das pessoas’
O cearense Carlos Otávio vive entre Brasil e Portugal há quatro anos por causa da profissão (Foto: Arquivo)

Arquiteto há mais de 30 anos, o cearense Carlos Otávio Oliveira é apaixonado por cores e formas, sentimento que cresce ao conhecer culturas diversas em viagens pelo mundo. Vivendo entre Brasil e Portugal há cerca de quatro anos por causa da profissão, ele aterrissou em terras brasileiras após uma temporada fora do País, estendida devido à pandemia do novo coronavírus.

LEIA MAIS >> Karísia Pontes fala sobre a importância da família: ‘Recarregam nossas forças’

Tasso Jereissati conhece em primeira mão Coco Bambu do Iguatemi

“Fui em março para a Europa passar dois meses e, por conta do confinamento, acabei ficando quatro. Voltei em julho“, conta o arquiteto. O escritório de Carlos é responsável por grandes projetos, como os restaurantes Coco Bambu espalhados pelo País.

Carlos Otávio e seu pai Walter (Foto: Arquivo Pessoal)

Viajante nato, Carlos afirma que se adapta bem a novos ambientes, mas a distância da família às vezes bate mais forte. “Senti saudade das pessoas, elas são insubstituíveis. Tenho muita saudade da família e dos amigos. Quando eu cheguei ao Brasil almocei com meu pai, andei pela Beira Mar e também programei uma viagem para visitar a minha irmã e sobrinha em João Pessoa”, diz.

Carlos Otávio e sua sobrinha Lívia Oliveira (Foto: Arquivo Pessoal)

O arquiteto revela que retornará a Portugal em outubro e reflete que a distância de casa nem sempre parece grande. “O Oceano Atlântico nos une. De lá, eu vejo o mar e daqui de Fortaleza também. Isso é revigorante e espetacular”.

Veja também