Márcia Travessoni – Eventos, Lifestyle, Moda, Viagens e mais

Entre em contato conosco!

Anuncie no site

Comercial:

comercial@marciatravessoni.com.br
Telefone: +55 (85) 3242 0333

Redação:

conteudo@marciatravessoni.com.br
conteudo1@marciatravessoni.com.br

Cearense ensina a viajar o mundo usando milhas

10 jul 2021 | Lifestyle

Por Redação

Em entrevista ao Site MT, Thais Tomaz conta como reuniu seguidores no Instagram dando dicas de viagens e milhas. Confira! (Foto: Arquivo pessoal)

Enquanto hotéis, restaurantes e todo o mundo se prepara para receber os turistas que estão tirando aos poucos os planos de conhecer o mundo da gaveta, a cearense, servidora pública federal e influencer por trás do “Vem viajar comigo”, Thais Tomaz, 32, dá dicas sobre milhas, passagens e viagens na retomada. Em entrevista ao Site MT, ela conta como conseguiu viajar para 15 países pagando só a taxa de embarque.

LEIA MAIS >> Com bilhete de R$ 23 mil, classe executiva da Qatar tem refeições liberadas e assento que vira cama

Márcia Travessoni exibe as belezas do mangue de Moitas

Viajando sempre o Brasil para realizar concursos públicos, Thais viu surgir o interesse por juntar milhas aéreas – que funcionam como pontos em programas de fidelidade oferecidos pelas companhias. Ao se cadastrar nesses programas de milhagem – como chamam -, ela começou a acumular pontos ou milhas todas as vezes em que viajava em voos de uma determinada empresa ou participava de algum programa de fidelidade

Santorini, na Grécia. (Foto: Arquivo pessoal)

“Minha mãe me deu as senhas dos programas de milha dela, então, comecei a emitir todas as passagens com pontos e só pagava a taxa de embarque. Depois que passei no concurso, fui morar no Rio de Janeiro e precisei mais ainda das milhas, pois ia sempre à Fortaleza visitar minha família. Foi nesse momento que me interessei por ter cartões de crédito melhores, pois acumulam mais pontos e têm mais benefícios de viagem”, indica a influencer

Para achar as informações e dicas que precisava para sempre fazer o melhor negócio, ela afirma que buscava blogs, portais e sites dos programas de fidelidade. “Quase todo dia entro nesses sites para me atualizar e ficar sabendo das novidades e promoções”, revela. 

Londres, Inglaterra. (Foto: Arquivo pessoal)

Para quem quer começar a viajar com milhas, ela da dicas para juntar. “O primeiro passo é fazer o cadastro nos programas de fidelidade das companhias aéreas: Latam Pass, Smiles e TudoAzul. Vale a pena assinar um clube de milhas da companhia da sua preferência, caso você realmente tenha planos de viajar ou fazer estratégias para vender milhas e lucrar”, orienta. Também é essencial, destaca, ter bons cartões de crédito e conhecer os benefícios. 

A dica de ouro, diz ela, é sempre transferir os pontos do cartão nas promoções bonificadas. “Em uma promoção de 100%, por exemplo, você consegue dobrar os pontos! Além disso, evite fazer compras no débito, pois 99% dos cartões não pontuam no débito, apenas no crédito. Inclusive, é possível até pagar boletos no crédito e gerar milhas”, afirma. 

Em família 

Em dezembro de 2018, a servidora pública levou toda a família: pais e dois irmãos, para comemorar os 30 anos de vida em Paris. “Emiti todas as passagens com milhas da Latam e paguei apenas a taxa de embarque. Foi uma viagem inesquecível, e nós também fomos para outros lugares, como Londres, Inglaterra, Bruxelas, Bélgica e Roma”, conta. 

Thais com a família em Paris, França. (Foto: Arquivo pessoal)

LEIA TAMBÉM >> Ex-BBB Ivy Moraes curte férias em Jericoacoara: `Cheguei no paraíso’

Seis blogueiras 50 + para acompanhar no Instagram

Com milhas ela já visitou inúmeros lugares do Brasil, além do Chile, Argentina, Uruguai, Espanha, Croácia, Holanda, Suíça, Inglaterra e mais. Antes da pandemia, ela passou a virada do ano na Austrália. “Nesse caso, emiti em real, porém participei de uma promoção de 17 pontos por real, em que ganhei mais de 200 mil pontos Livello, o suficiente para fazer outra viagem, como por exemplo: ir para as Maldivas de graça na classe executiva”. Incrível, né? 

Conteúdo

Sobre começar a compartilhar no Instagram o conteúdo sobre as viagens, ela diz que aconteceu naturalmente, pois já postava muitas dicas das viagens que fazia. “Gosto muito de planejar minhas viagens e sempre uso as milhas e os cartões para usufruir dos benefícios, como emitir passagens, ter direito a sala vip nos aeroportos, ter cobertura de seguro viagem, enfim”, detalha. 

Bruxelas, Bélgica. (Foto: Arquivo pessoal)

Pela falta de experiência dos seguidores, pontua, muitas pessoas nem mesmo sabiam que era possível usufruir de uma sala vip apenas mostrando o cartão de crédito. “Foi então que decidi ensinar aos meus seguidores tudo o que eu sei sobre esse universo”, ressalta. De acordo com ela, os feedbacks são preciosos. “Meus seguidores são muito interativos e sempre me agradecem por compartilhar dicas úteis para as viagens”, afirma. 

Publicidade

VEJA TAMBÉM

Publicidade

PUBLICIDADE