Márcia Travessoni – Eventos, Lifestyle, Moda, Viagens e mais

Entre em contato conosco!

Anuncie no site

Comercial:

comercial@marciatravessoni.com.br
Telefone: +55 (85) 3242 0333

Redação:

conteudo@marciatravessoni.com.br
conteudo1@marciatravessoni.com.br

Com bilhete de R$ 23 mil, classe executiva da Qatar tem refeições liberadas e assento que vira cama

22 jun 2021 | Lifestyle

Por Jacqueline Nóbrega

Passageiro são recepcionados com um welcome drink, mas a experiência da Qsuite vai muito além (Foto: Arquivo pessoal)

Os médicos cearenses Bia Porto Parahyba e Márcio Parayhba Jr. estão nas Maldivas, e para enfrentar as muitas horas de voo até o destino final, eles escolheram fazer o segundo trecho da viagem – São Paulo até Doha, totalizando pouco mais de 14 horas de voo – na classe executiva da Qatar Airways, a Qsuite. A área vip da companhia aérea oferece comodidades como um assento que vira cama horizontal e refeições liberadas, por uma passagem que custa a partir de R$ 23 mil o trecho.

LEIA MAIS >> Publis de R$ 250 a R$ 75 mil: saiba quanto cobram os influenciadores digitais cearenses

Juliana Vidal coleciona 43 destinos no passaporte e dá dicas de viagens

“Essa viagem era pra ter sido em junho de 2020. Já tínhamos adiado para junho de 2021 e não queríamos adiar outra vez. Resolvemos ir e comemorar a data de outra forma, casando lá”, contou Bia, sobre os bastidores da viagem. O casal teve que adiar o casamento religioso três vezes devido à pandemia.

Essa foi a segunda experiência de Bia e Márcio na Qtar Airways. A primeira, aliás, motivou o desejo de testar a Qsuite. “Fomos pra Tanzânia em fevereiro deste ano, e fizemos esse mesmo de 14 horas na classe econômica. Quando entramos no avião, e vimos aquela poltrona da [classe] executiva, com aquelas divisórias, que realmente parecem um mini quarto privativo, ficamos apaixonados! E pensamos que a próxima viagem teria que ser na Qsuite”. 

Poltrona da Qsuite deita 180 graus (Foto: Arquivo pessoal)
Cabine da Qsuites com poltronas reclinadas. (Foto: Divulgação)

O investimento na executiva vale a pena, segundo a residente de Ginecologia e Obstetrícia. Eles são os primeiros a embarcarem e, dentro da aeronave, são recepcionados com bebidas especiais. “A gente chega e já tem direito a um welcome drink. Champagne, whiksy 18 anos… Todos os tipos que você imaginar. Não sei nem como eles levam tantas opções em um avião”, diz, surpresa. 

Experiência diferenciada

O trajeto do voo foi durante a noite, e os passageiros da Quite foram recebidos com pijamas e pantufas. “O mais legal é que você pode escolher a hora e o que vai comer. Café da manhã, jantar, chá da tarde, independente da hora do voo. E em 10 minutos eles fazem o prato, com entrada, prato principal, sobremesa, snacks… Se eu quiser assistir filme com pipoca, com champagne, é só pedir. Não existe isso de horário, como na econômica”, compara Bia. 

Na hora de dormir, puro conforto: o assento deita 180 graus, e a companhia aérea ainda coloca um pillow top. Além disso, a disposição dos assentos centrais faz com que, ao serem reclinados, eles criem suítes privativas que comportam até quatro pessoas.

“Dá vontade de trazer tudo para casa! O fone de ouvido é anti ruídos, então você não escuta o barulho do avião. E realmente dá para dormir! Dormimos cerca de sete, oito horas. Queria até ter dormido menos para ter aproveitado mais o serviço de drinks e comidas! Quando deita o assento, eles arrumam sua cama e trazem uma peça que junta os dois, então realmente fica uma cama de casal, no tamanho solteirão”, descreve. 

O destino final de Bia e Marcio foi as Maldivas. Os dois casaram no destino após terem que adiar o casamento religioso no Brasil (Foto: Reprodução)

“É bem diferente da executiva que estamos acostumados. O investimento é válido, principalmente em voos de longa duração, acima de sete horas, durante a noites. Quem tiver a oportunidade, penso que não pode deixar de ir. É imperdível, foi uma atração à parte da viagem”, conclui ela, que fez um destaque no perfil no Instagram mostrando todos os detalhes da viagem.

Publicidade

VEJA TAMBÉM

Publicidade

PUBLICIDADE