A Renner apresentou, nesta segunda-feira (30), no Museu do Amanhã, no Rio de Janeiro, sua coleção para o Alto Verão 2020. O desfile contou com a parceria inédita com o diretor criativo Giovanni Bianco, responsável por assinar toda a programação visual da passarela.

Fernando Torquatto – Foto: Breno da Matta

Nas tendências, a rede de lojas investiu nas cores, também nas peças white e acessórios, entre os que estão em alta, a volta das pochetes e as bolsas feitas em palhas. O stylist Thiago Ferraz conectou em três momentos as principais tendências da coleção. O desfile iniciou com um mood mais sofisticado e resort, passou pelo frescor das ruas, através do jovem, urbano e pop, e encerrou com a força do branco.

Para os homens, nesse momento, as produções transitam por nudes e neutros mesclados com tons pastel ácidos e neons. Nas estampas, tropicalismo e florais estão presentes, assim como listras verticais e conjuntos de alfaiataria. A década de 90 permeia a coleção desde peças mais escuras e transparentes, do urbano e streetwear até uma explosão de cores e mistura de padronagens. Cores fortes como laranja, amarelo e pink flúor gritam e mesclam com estampas tropicais, tecnológicas, florais românticas, animal prints e tie-dye. A brincadeira segue com a soma dos desenhos de cartoon.

Duda Beat – Foto: Breno da Matta
Tauan Abreu Clarissa Muller e Viniele Lopes
Caio Braz marcou presença – Foto: Breno da Matta

Acessórios como bucket hats, mobile bag, pochetes, papete, sapatos pesados e sneaker chunky voltam com tudo. As bijuterias chegam com misturas de beads coloridos e minicorrentes, maxibrincos e conchas com palha, fortalecendo a mensagem latina e da brasilidade.

A marca encerrou o desfile com a mensagem: cuide-se, respeite-se, aceite-se, ame-se! Confira alguns modelitos: