Márcia Travessoni – Eventos, Lifestyle, Moda, Viagens e mais

Entre em contato conosco!

Anuncie no site

Comercial:

comercial@marciatravessoni.com.br
Telefone: +55 (85) 3242 0333

Redação:

conteudo@marciatravessoni.com.br
conteudo1@marciatravessoni.com.br

Publieditorial

Cearense que trabalha no Butantan conta experiência em estudo sobre vacinação em massa

5 jul 2021 | Notícias

Por Redação

O publicitário cearense Diego Evangelista trabalha na equipe de comunicação do Instituto Butantan (Foto: Arquivo Pessoal)

Em 2020, o mundo iniciou uma corrida contra o tempo. Para combater a pandemia do novo coronavírus, vários países voltaram-se à ciência para uma missão quase impossível: produzir vacinas em tempo recorde. No Brasil, o Instituto Butantan, em São Paulo, ganhou destaque ao anunciar a criação da CoronaVac, imunizante desenvolvido em parceria com a farmacêutica chinesa Sinovac. Imerso nesse cenário, o cearense Diego Evangelista integra a equipe de profissionais do Butantan, apesar de não trabalhar na área da ciência. Publicitário formado pela Universidade de Fortaleza (Unifor), Diego atuou em uma das principais pesquisas brasileiras contra a Covid-19 por meio da comunicação.

LEIA MAIS >> Como um fonoaudiólogo pode ajudar nas escutas de investigação criminal

Como atua uma engenheira de produção, profissional que antecipa soluções para problemas em todas as áreas do negócio

Em entrevista ao Site MT, ele partilha como passou a trabalhar na instituição. Em 2018, Diego – que também é DJ – decidiu passar uma temporada em São Paulo para investir na carreira artística. “Na época, cheguei a trabalhar como freelancer para Secretaria de Saúde do Governo de São Paulo por um mês. Após esse período, o gerente de comunicação de lá entrou em contato comigo e me perguntou se eu tinha interesse em trabalhar como designer na assessoria de imprensa do Butantan”, comentou.

Diego Evangelista foi vacinado no Butantan, assim como todos os profissionais do instituto (Foto: Arquivo Pessoal)

Com a expansão do nome Butantan na mídia, o setor de comunicação da instituição foi reformulado ainda em 2020. “Deixou de ser só assessoria de imprensa e se transformou em comunicação interna e externa. Atuei no marketing, rede social e eu fazia tudo que envolvia a comunicação externa corporativa também, ainda faço, inclusive. Foi quando fui convidado para trabalhar no Projeto S, um estudo do Butantan para comprovar a eficácia da vacina CoronaVac“, conta.

Projeto S

Diego atuou na equipe de comunicação do Projeto S, estudo clínico realizado na cidade de Serrana, interior de São Paulo, responsável por vacinar toda a população adulta do município entre 17 de fevereiro e 11 de abril de 2021, para avaliar a efetividade da CoronaVac no controle da pandemia da Covid-19. Após a imunização, os óbitos na cidade em decorrência do vírus caíram em 95%, os casos sintomáticos em 80% e as internações, 86%.

Junto com outros profissionais, Diego Evangelista desenvolveu a identidade visual do Projeto S (Foto: Reprodução/Instagram)

Os benefícios da vacinação da população em Serrana foram tanto diretos quanto indiretos: não só a população adulta que recebeu o imunizante foi protegida, como também os jovens e crianças abaixo de 18 anos e idosos com comorbidades, por exemplo, que não participaram do estudo clínico. 

Por meio de peças veiculadas no Instagram, a equipe de comunicação trouxe informações sobre o projeto, de forma acessível (Foto: Reprodução/Instagram)

Nesse contexto, Diego Evangelista trabalhou no projeto desenvolvendo a identidade visual junto com a equipe de comunicação da instituição. “O trabalho foi tema do meu TCC e esse projeto foi uma surpresa para mim. Estamos trabalhando e reforçando a importância da ciência, da vacinação, e tudo isso está sendo muito gratificante, porque é algo que eu acredito. A maneira correta de lidar com a pandemia é através da vacina”, reforça. Confira mais detalhes sobre o projeto, acessando o Instagram da iniciativa.

Diego Evangelista posou ao lado de MC Fioti durante as gravações do vídeo institucional do Butantan (Foto: Arquivo Pessoal)

Olhos no futuro

O cearense atribui parte do crescimento profissional à boa experiência acadêmica. Formado pela Unifor, o publicitário conta que o período lhe conferiu um olhar mais disciplinado em relação a carreira. “Cada coisa que vivi lá dentro está me ajudando aqui, principalmente a entender esse lado humanizado da comunicação social que é necessário, ainda mais dentro de corporações. As disciplinas de psicologia, sociologia e estudos sobre o comportamento foram muito importantes para mim”.

Diego Evangelista foi aluno da Universidade de Fortaleza (Unifor)

Quando questionado se retornará ao Ceará em breve, ele afirma que pretende continuar em terras paulistas por mais tempo. “Amo o meu país Ceará. A saudade é diária e no fim do ano vou visitar minha família. Também tenho planos para o futuro de abrir algo meu, como uma agência, em Fortaleza. Mas creio que ainda tenho muito a aprender. Meu objetivo profissional atual é permanecer no Butantan e crescer profissionalmente“, afirma.

Assim como o Diego Evangelista, você pode realizar o sonho da graduação na Universidade de Fortaleza (Unifor), uma das três melhores do Brasil entre as universidades com menos de 50 anos, segundo o ranking da Times Higher Education.

Para o semestre 2021.2, a Unifor oferta cursos presenciais, semipresenciais e EAD. Além disso, a Universidade está com bolsas de até 50% disponíveis para diversos públicos, desde graduados, transferidos e oriundos do Enem, e descontos para quem quer estudar à noite ou reabrir a matrícula. Você pode pagar sua formação superior na Unifor com Fies ou com o financiamento próprio da instituição. Clique para saber mais.

Publicidade

VEJA TAMBÉM

Publicidade

PUBLICIDADE