Reunir a família, compartilhar o espirito natalino e manter uma tradição. Foi com esse sentimento que o arquiteto Rodrigo Maia montou sua árvore de Natal, hábito que é repetido anualmente e como ele contou com exclusividade ao site MT: “unindo beleza e harmonia da árvore”.

LEIA MAIS DA SÉRIE DÉCOR DE NATAL >>
Martinha Assunção mostra árvore decorada com lembranças de viagem e objetos afetivos

Luiza Bezerra monta árvore em estilo escandinavo, com direito a neve

Branca Mourão se inspira em flores e paleta de cores festivas

Neste ano, os tons verde, roxo e rosa foram os escolhidos por Rodrigo não somente para enfeitar a árvore, mas ainda outros ambientes da residência. “Não acho que a árvore de Natal tenha que ser adornada com vermelho e dourado. Gosto de ousar e fugir do óbvio. A árvore que pra mim é o símbolo maior do Natal serve para trazer para dentro de casa o espírito natalino”, atesta.

Terapia da montagem

A composição da decoração é outro detalhe muito importante para o arquiteto. Ele faz questão de produzir tudo sozinho, definindo o momento como uma verdadeira terapia. A parte difícil é a escolha dos enfeites.

“Depois que decido as cores vou atrás de itens em tons que se encaixam e procuro por não apenas bolas, mas bichinhos, flores, laços, guirlandas. Hoje no mercado de Fortaleza encontramos uma variedade enorme de enfeites de todos os tipos e cores”, detalha Rodrigo Maia.

Após a finalização da montagem da árvore, com o cuidado de deixar tudo impecável, Rodrigo começa a pensar no dia da ceia natalina, para assim fechar esse importante ciclo. “No dia da ceia, compro flores naturais e faço arranjos nos tons da decoração da árvore pra adornar minha casa”.

Fotos: Saulo Roberto