Márcia Travessoni – Eventos, Lifestyle, Moda, Viagens e mais

Entre em contato conosco!

Anuncie no site!

Comercial:

comercial@marciatravessoni.com.br
Telefone: +55 (85) 3242 0333

Redação:

conteudo@marciatravessoni.com.br
conteudo1@marciatravessoni.com.br

Dr. Fernando Barroso apresenta terapia celular inovadora contra o câncer

9 mar 2021 | Notícias

Por Jacqueline Nóbrega

O médico hematologista Fernando Barroso Duarte é um dos convidados da III Conferência Online da Academia Cearense de Medicina (ACM), que acontece quarta-feira (10). Na ocasião, ele irá falar sobre sobre o papel da terapia celular no cenário das doenças hematológicas, projeto que coordena no Centro de Hematologia e Hemoterapia do Ceará (Hemoce). O trabalho, conhecido como terapia celular  Car-T Cell, segundo o médico, é inovador na América Latina.

LEIA MAIS >> Estudo da UFC expõe a dificuldade no acesso ao tratamento ideal para câncer de medula

Fiec lança estudo para fomentar indústria de cosméticos e perfumes no Ceará

“O tratamento é revolucionário para pacientes com câncer hematológico que não curam com tratamento ou transplante [de medula óssea], e tem apoio do secretário da Saúde, Dr. Cabeto”, explicou ele, que é coordenador do Centro de Processamento Celular do Hemoce.

Fernando contou, ainda, que o projeto de terapia celular começou há três anos. “Agora está em implantação, na fase de obtenção de alguns equipamentos. É na verdade um grande avanço e benefício para o nosso povo”, explica ainda o médico, ressaltando que no Brasil foi feito somente um caso em São Paulo.

“Nenhum paciente no Ceará foi tratado ainda, mas a previsão de início é ao longo de 2021”, diz.

Premiado

Ano passado, um estudo da Universidade Federal do Ceará (UFC) sobre a dificuldade no acesso do tratamento ideal para câncer de medula, que teve o médico Fernando Barroso como um dos autores, foi premiado como Top Downloaded Paper 2018-2019 e um dos mais mais acessados na British Journal of Haematology, revista científica referência internacional em hematologia.

“O artigo discute aspectos de diagnóstico no Mieloma múltiplo, mas principalmente a dificuldade do acesso dos pacientes da rede pública ao tratamento ideal, o que causa grande impacto na resposta ao mesmo e na sua sobrevida”, disse o medico na ocasião.

VEJA TAMBÉM

PUBLICIDADE