logo
PUBLIEDITORIAL

Fazer pão caseiro: a atividade que vem ganhando as cozinhas brasileiras

Por Redação
Fazer pão caseiro: a atividade que vem ganhando as cozinhas brasileiras
Um dos alimentos mais consumidos no mundo, o pão ganha um toque especial quando feito em casa. (Foto: Pixabay)

Há quem aposte que o período de distanciamento social trouxe novos hábitos que não devem se perder tão rapidamente. Alguns desses são relacionados à alimentação, e um item indispensável na mesa da maioria dos brasileiros ganhou uma cara nova nesse período: o pão. Com mais tempo para os afazeres domésticos, muitas pessoas resolveram aprender como fazer pão caseiro e modificaram sua relação com o alimento. De acordo com o Google Trends, a procura pelo termo Pão Caseiro no buscador aumentou exponencialmente no fim do mês de março e continua mais alta que em qualquer período do ano passado.

Na casa da professora Gabriela Ferreira não foi diferente. Ela conta que a família já tinha uma receita de pão caseiro que fazia sucesso entre os amigos, mas nesse período acabou se dedicando a aprender outras variedades de pão: “a gente sempre gostou de fazer pão em casa, tanto pelo sabor diferente quanto porque a massa caseira acaba permitindo que a gente tenha liberdade de colocar os recheios da forma como a gente quer, seja doce ou salgado”.

LEIA MAIS >> Márcia Travessoni compartilha receita de família que aprendeu com avó materna

Gil Santos ensina receita de peixe assado tradicional da Taíba

Ela conta que a necessidade de diminuir as saídas foi essencial para despertar o desejo de aprender como fazer pão caseiro com outras receitas. “Ficar mais tempo em casa juntou a vontade de fazer coisas diferentes na cozinha com a necessidade, porque nós estávamos evitando até ir à padaria. Então, para não comer sempre o mesmo pão, eu comecei a procurar receitas e técnicas diferentes”, explica.

Gabriela adianta que esse é um hábito que deve permanecer mesmo quando a rotina voltar ao normal: “eu acho que alguns caminhos não têm volta”, declara. “Algo que eu quero que permaneça é essa disposição de fazer algo novo, de fazer você mesmo uma coisa que antes você só comprava feito, principalmente em relação à comida”, completa.

Delivery

E não foi só a vontade de aprender que levou as pessoas a procurarem por pães caseiros. Quem já tinha transformado a paixão por panificação em negócios também viu os pedidos aumentarem neste período. Kerla Fernandes, que trabalha com pães artesanais há sete anos, contou ao Mundo Fecomércio que esse tem sido o período em que ela recebeu mais pedidos desde que o negócio começou.

Kerla diz que os pedidos de delivery subiram muito na quarentena: “eu trabalho com entregas há cinco anos, então como eu já tenho uma entrega bem consolidada, acho que as pessoas lembraram de mim. Acredito que a demanda de entrega triplicou“. Ela conta que precisou contratar mais um entregador e aumentar muito suas horas de trabalho. “Eu acabei tendo que trabalhar nos fins de semana e passei muitas noites sem dormir”, relembra”.

Aprenda em casa

A internet têm sido a principal forma de aprender novas receitas, e tudo fica mais fácil quando tem um especialista para ensinar. Para quem quer se aprofundar e aprender novas receitas, o Senac preparou um curso remoto, transmitido ao vivo, Cozinhando com o Chef: Pães e Pizzas. Além de pão e pizza integral, os alunos vão aprender, em oito aulas, a fazer Esfiha de carne, Kalzone de Cheddar Beef, Pizza de Calabresa, Pão de Hambúrguer e Mini Sonho. O curso começa na próxima terça (18), às 18h e os interessados podem fazer a inscrição pelo link.

Veja também