Márcia Travessoni – Eventos, Lifestyle, Moda, Viagens e mais

Entre em contato conosco!

Anuncie no site

Comercial:

comercial@marciatravessoni.com.br
Telefone: +55 (85) 3242 0333

Redação:

conteudo@marciatravessoni.com.br
conteudo1@marciatravessoni.com.br

Camilo Santana visita laboratório para negociar vacina em Brasília

2 mar 2021 | Notícias

Por Jacqueline Nóbrega

O governador do Ceará, Camilo Santana, visitou o laboratório da União Química, no Distrito Federal, na manhã desta terça-feira (2), acompanhado de outros 17 governadores e do vice-governador do Distrito Federal. O objetivo da visita foi negociar doses da vacina russa Sputnik V, usada como imunizante contra o novo coronavírus. “Neste primeiro momento, a multinacional informou que conta com 10 milhões de doses produzidas, que serão incorporadas ao Plano Nacional de Imunização (PNI) assim que for aprovada pela Anvisa. Nossa intenção é a possibilidade da compra direta pelo estado, em complemento ao PNI. Por isso temos mantido contato com esse e com outros laboratórios” ,disse Camilo em publicação no Instagram.

LEIA MAIS >> Hub de inovação no BS Design vai abrir edital para acelerar startups

Ricardo Cavalcante assume presidência da Associação Nordeste Forte e revela otimismo para o mandato

De acordo com a Agência Brasil, a União Química já entrou com pedido de uso emergencial da Sputnik V, junto à Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), para 10 milhões de doses. O laboratório havia anunciado que a vacina vai ser produzida nas fábricas de Guarulhos, em São Paulo, e em Brasília. A Sputnik tem eficácia comprovada acima dos 90% contra o novo coronavírus na última etapa de teste.

Camilo Santana visitou laboratório da União Química acompanhado de governadores de outros estados (Foto: Divulgação/Taciana Veloso)

Fernando Marques, CEO da União Química, disse ao Metrópoles que o primeiro lote do IFA para fins de teste-piloto termina de ser produzido no dia 8 de março. “Estamos hoje com dois técnicos da Rússia acompanhando essa fase final de transferência tecnológica”. O IFA é o ingrediente farmacêutico ativo da vacina Sputnik V.

Na semana passada, o Supremo decidiu que estados e municípios podem comprar e fornecer vacinas a população, caso as doses previstas pelo Ministério da Saúde, por meio do Plano Nacional de Vacinação, sejam consideradas insuficientes. A decisão leva em conta as vacinas aprovadas, por pelo menos uma agência reguladora estrangeira. Com isso, não é necessária a autorização da Anvisa para uso emergencial, se não fizer a liberação em até 72 horas.

Aviso no Twitter

No noite de segunda-feira (1º), Camilo já tinha avisado sobre a viagem a Brasília. “Já amanhã de manhã estarei em Brasília, no Laboratório que representa a vacina Sputnik V aqui no país, juntamente com outros governadores”, escreveu no Twitter.

Ele ainda reforçou que até quarta-feira (3) o Estado receberá mais 122 mil doses da Coronavac. “Tive a confirmação do Ministério da Saúde, há pouco”.

Publicidade

VEJA TAMBÉM

Publicidade

PUBLICIDADE