logo

Homenagem de artista cearense a Naya Rivera viraliza nas redes sociais

Por Jacqueline Nóbrega
Homenagem de artista cearense a Naya Rivera viraliza nas redes sociais
A personagem de Naya Rivera em Glee era uma referência para Wanderson Petrova (Foto: Reprodução/Instagram)

Uma pintura em um mural que homenageia a atriz da série “Glee“, Naya Rivera, encontrada morta na segunda-feira (13), após sair em um passeio de barco com o filho de 4 anos, Josey, na Califórnia, viralizou nas redes sociais, principalmente entre os fãs do seriado. A autoria da pintura é do cearense, natural do Crato, Wanderson Petrova, estudante do curso de artes visuais da Universidade Regional do Cariri.

Ao Site MT, ele falou sobre a ideia de homenagear a artista, já que ele era fã de “Glee”, e se sentia representado pela personagem Santana na história. “A série abordou a representatividade de muitas questões, como a permissão para os sonhos, soluções pras dificuldades… A Naya era uma das personagens que eu me sentia mais próximo. Ela era latina, LGBTQIA+, com todos os tabus a serem quebrados, muito bem expostos na série. Foi uma perda muito grande, não só para a arte, mas a força dela em si, a energia. Isso me emociona. Vê-la partindo dessa forma é muito trágico, sobretudo para quem fica”.

LEIA MAIS >> Conheça o trabalho da cearense Nyna Nóbrega como artista visual

Afroflix: conheça a plataforma que reúne produções de artistas negros

O trabalho de Wanderson já era conhecido nas redes sociais. Com mais de 30 mil seguidores, ele já teve o trabalho divulgado por ninguém menos que Madonna mais de 15 vezes. O cearense conheceu a artista quando escutou a música “Like a prayer“, na época em que perdeu o pai. Desde então, é um grande fã. Em 2017, foi convidado pela equipe da artista para pintar um mural no hospital infantil Mercy James, no Malaui, por meio da Raising Malawi, ONG fundada pela cantora para ajudar crianças órfãs e em situação de vulnerabilidade. A oportunidade ficou marcada como inesquecível na trajetória de Wanderson. “Eu fiz uma ala dentro do hospital que é uma espaço de descanso após cirurgia intensiva”, conta.

O mural pintado pelo artista cearense no hospital Mercy James (Foto: Arquivo pessoal)

A pintura de Wanderson desenvolvida para o hospital é uma floresta azul com vários beija-flores. Uma cena que ele viu no lugar, em especial, o marcou. “Eu vi uma senhora contando uma história para uma criança que aqueles beija-flores estavam em uma floresta encantada. A criança de repente saía daquela cena, de dentro do hospital, e se via em outro espaço. Aquilo foi muito mágico pra mim. Eu me alimento dessa sensação de romper barreiras de muitas coisas. Como imaginar que um artista do interior do Ceará iria de encontro com a rainha do pop, para fazer um trabalho pra ela e pras crianças do Malaui? Um trabalho tão especial…”.

Artista visual

Apesar da pouca idade, Wanderson começou a trajetória como artista ainda na infância, sempre muito incentivado pela mãe, uma de suas grandes referências. Aos 14 anos, começou a comercializar as criações. “Já vou para os meus 28 anos…”, brinca. “Hoje eu produzo objetos pintados, cenografias em grande escala, painéis de fundo para grandes espetáculos do Cariri e em Fortaleza. Já participei de ações fora do Estado, já levei meu trabalho para a Argentina”, relembra.

Uma característica do trabalho do cearense é retratar mulheres nos murais e grandes estrelas da música. “Quando eu pinto mulheres em uma região que tem uma taxa de feminicídio muito alta, também estou protestando. Meu trabalho é para além de prestar homenagens à essas estrelas, e sim sobre como a arte delas mantém uma conexão com as pessoas”.

Wanderson também faz um trabalho em parceria com a Superintendência do Sistema Estadual de Atendimento Socioeducativo (Seas) em casas com meninos que cumprem medidas socioeducativas. “Tenho a oportunidade de ensiná-los a pintar e ofertar um pouco de conhecimento, e eles também me ensinam, se estabelece uma troca. Tem dois meninos que têm um dom muito grande de pintura e eles foram pro ramo da tatuagem, por exemplo. Gosto muito dessa versão do Wanderson Petrova como arte educador“.

VEJA AINDA >> Assista ao trailer de novo documentário sobre a vida de Madonna antes da fama

Com referências profissionais como Tarsila do Amaral, Marina Abramović e Frida Kahlo, Wanderson sonha em continuar trabalhando com arte por muito tempo. “Sei que a nossa situação de mundo hoje é complicada, e eu não posso colocar aqui uma ambição material, porque a vida é muito mais do que isso. Eu tenho cada vez mais uma maior compreensão disso”.

Veja também