logo

Novo coronavírus: como manter a saúde mental em meio ao distanciamento social

Por Redação
Novo coronavírus: como manter a saúde mental em meio ao distanciamento social
Durante o período de distanciamento social, o autocuidado psicológico se torna mais que importante, é uma necessidade. (Foto: iStock)

Cuidar da saúde mental é um atividade de extrema importância que nem sempre é levada tão a sério como deveria. Durante o período de distanciamento social, ocasionado por causa do novo coronavírus, o autocuidado psicológico se torna mais que importante, é uma necessidade.

De acordo com a psicóloga Júlia Saldanha, quando acontece uma mudança abrupta na vida, como agora, devido ao novo coronavírus, as pessoas têm a possibilidade de refletir sobre como estão vivendo, se estão sendo o que realmente podem e devem ser. Este, avalia, não é um momento que deve ser levado pelo medo, ansiedade ou desespero, mas de se elevar e viver de forma mais consciente e presente.

LEIA MAIS >> Dicas para manter a produtividade no home office durante o surto do novo coronavírus

Como se prevenir do coronavírus sem entrar em pânico

Para isso, ela sugere que seja criada uma nova rotina diária, com horários claros especialmente para acordar, meditar/orar, estudar, e trabalhar – seja home office ou não, acrescentando que deve ser tomada uma postura de serviço diante das pessoas que amam.

“Cuide da sua família, estreite novamente os laços. E não se esqueça: ligue para os idosos e familiares que você não pode ir ao encontro. Que possamos usar a tecnologia a nosso favor neste momento”, destaca.

Segundo a psicóloga, as práticas espirituais ajudam a lidar melhor com o silêncio, a pensar sobre o que dá sentido à vida e a retificar as condutas, por exemplo. É o que ela denomina por cultivo da vida interior. “São elas que nos fazem expandir a nossa atuação no mundo para além de reações de medo, desespero e ansiedade”.

“O homem moderno se acostumou com uma vida barulhenta e frenética, mas agora tivemos que dar uma parada brusca e viver momentos de maior interioridade. O silêncio quando vivido bem centraliza o nosso espírito e nos ajuda a tomar decisões mais acertadas“.

Prencher o tempo

Para ampliar a percerção diante ao novo contexto em que muitas pessoas se encontram, ela indica, também, que as pessoas preencham o tempo fazendo cursos que são oferecidos online. Outra dica da psicóloga é assistir às aulas de Psicologia do Dr. Italo Marsili, no YouTube, às quintas-feiras. Os temas se dirigem a qualquer pessoa que deseja se desenvolver e amadurecer.

Já para quem gosta de podcasts, ela recomenda acessar o perfil Os Náufragos, que traz reflexões a partir de livros, filmes e temas relacionados à vida cotidiana. Para os amantes da Sétima Arte, ela fala sobre a plataforma online LumineTV, em que há filmes e documentários.

Aos amantes de uma boa leitura, ela sugere todos os livros de León Tolstói, Charles Dickens, Jane Austen e Dostoyésvki. “Os livros da literatura clássica nos ajudam a expandir o nosso imaginário e ter mais referências sobre diferentes situações e possibilidades de lidar com elas”. Por fim, indica shows ao vivo de teatros e museus na internet, e tour virtual por galerias de arte.

Veja também