Márcia Travessoni – Eventos, Lifestyle, Moda, Viagens e mais

Entre em contato conosco!

Anuncie no site

Comercial:

comercial@marciatravessoni.com.br
Telefone: +55 (85) 3242 0333

Redação:

conteudo@marciatravessoni.com.br
conteudo1@marciatravessoni.com.br

Oscar 2021: veja a lista com todos os vencedores

26 abr 2021 | Notícias

Por Redação

Chloé Zhao ganhou o prêmio de Melhor Direção no Oscar 2021 (Foto: Reprodução/Twitter)

O Oscar anunciou, neste domingo (25), os vencedores da 93ª edição do evento, a maior premiação da sétima arte. Diferentemente de outras premiações, que adoraram cerimônias mistas – virtuais e presenciais -, a entrega do Oscar 2021 foi presencial, em Los Angeles. Além de um clima amistoso entre os convidados seletos, a noite foi marcada por um time de vencedores mais diverso e inclusivo.

LEIA MAIS >> Oscar 2021: ‘Nomadland’ é o filme mais buscado pelos brasileiros no Google

Oscar 2021: confira os looks do tapete vermelho

Na premiação, o filme “Nomadland” saiu como o grande vencedor em 2021. A produção garantiu as estatuetas de Melhor Filme, Melhor Direção para Chloé Zhao e Melhor Atriz para Frances McDormand. O longa-metragem acompanha a vida de uma mulher desempregada de meia-idade, que luta para sobreviver dia após dia, e reflete sobre o tema de maneira realista e sincera. 

Destaques

Com mais representatividade entre as indicações, o Oscar deste ano entra para história. Chloé Zhao se tornou a segunda mulher a vencer Melhor Direção e a primeira mulher asiática a ganhar na categoria; Mia Neal, Sergio Lopez-Rivera e Jamika Wilson, de “A Voz Suprema do Blues”, foram os primeiros vencedores negros na categoria de Maquiagem e Cabelo, e a sul-coreana Youn Yuh-jung, de “Minari” venceu como Melhor Atriz Coadjuvante. Esta edição também foi a que mais premiou mulheres, com 17 vitórias.

As duas vitórias de atuação coadjuvantes foram para atores não brancos. Daniel Kaluuya venceu o prêmio de Melhor Ator Coadjuvante por “Judas e o Messias Negro”, onde interpretou o jovem ativista Fred Hampton. Já Youn Yuh-jung, ao vencer o prêmio de Melhor Atriz Coadjuvante, se tornou a primeira atriz sul-coreana a ganhar a premiação.

Após ganhar na categoria Melhor Atriz Coadjuvante, Youn Yuh-jung posou ao lado de Brad Pitt (Foto: Reprodução/Twitter)

Em noite dividida, seis filmes levaram duas estatuetas cada: “Meu pai”, “Mank”, “Soul”, “Judas e o Messias Negro”, “A Voz Suprema do Blues” e “O Som do Silêncio”.

Confira a lista completa dos vencedores:

*Os vencedores estão sinalizados em negrito.

Melhor filme

  • “Meu pai”
  • ‘”Judas e o messias negro”
  • “Mank”
  • “Minari”
  • “Nomadland”
  • “Bela vingança”
  • “O som do silêncio”
  • “Os 7 de Chicago”

Melhor atriz

  • Viola Davis – “A voz suprema do blues”
  • Andra Day – “Estados Unidos Vs Billie Holiday”
  • Vanessa Kirby – “Pieces of a woman”
  • Frances McDormand – “Nomadland”
  • Carey Mulligan – “Bela vingança”

Melhor ator

  • Riz Ahmed – “O som do silêncio”
  • Chadwick Boseman – “A voz suprema do blues”
  • Anthony Hopkins – “Meu pai”
  • Gary Oldman – “Mank”
  • Steve Yeun – “Minari”

Melhor direção

  • Thomas Vinterberg – “Druk – Mais uma rodada”
  • David Fincher – “Mank”
  • Lee Isaac Chung – “Minari”
  • Chloé Zhao – “Nomadland”
  • Emerald Fennell – “Bela vingança”

Melhor atriz coadjuvante

  • Maria Bakalova – “Borat: fita de cinema seguinte”
  • Glenn Close – “Era uma vez um sonho”
  • Olivia Colman – “Meu pai”
  • Amanda Seyfried – “Mank”
  • Youn Yuh-jung – “Minari”

Melhor ator coadjuvante

  • Sacha Baron Cohen – “Os 7 de Chicago”
  • Daniel Kaluuya – “Judas e o messias negro”
  • Leslie Odom Jr. – “Uma noite em Miami”
  • Paul Raci – “O som do silêncio”
  • Lakeith Stanfield – “Judas e o messias negro”
Daniel Kaluuya com o Oscar de ator coadjuvante por “Judas e o Messias Negro” (Foto: Reprodução/Twitter)

Melhor filme internacional

  • “Druk – Mais uma rodada” (Dinamarca)
  • “Shaonian de ni” (Hong Kong)
  • “Collective” (Romênia)
  • “O homem que vendeu sua pele” (Tunísia)
  • “Quo vadis, Aida?” (Bósnia e Herzegovina)

Melhor roteiro adaptado

  • “Borat: fita de cinema seguinte”
  • “Meu pai”
  • “Nomadland”
  • “Uma noite em Miami”
  • “O tigre branco”

Melhor roteiro original

  • “Judas e o Messias negro”
  • “Minari”
  • “Bela vingança”
  • “O som do silêncio”
  • “Os 7 de Chicago”

Melhor curta-metragem

  • “Feeling Through”
  • “The Letter Room”
  • “The Present”
  • “Two Distant Strangers”
  • “White Eye”

Melhor curta de animação

  • “Burrow”
  • “Genius Loci”
  • “If Anything Happens I Love You”
  • “Opera”
  • “Yes-People”

Melhor figurino

  • “Emma”
  • “A Voz Suprema do Blues”
  • “Mank”
  • “Mulan”
  • “Pinóquio”

Melhor cabelo e maquiagem

  • “Emma”
  • “Era uma Vez um Sonho”
  • “A Voz Suprema do Blues”
  • “Mank”
  • “Pinóquio”

Melhor trilha sonora

  • “Destacamento blood”
  • “Mank”
  • “Minari”
  • “Relatos do mundo”
  • “Soul”

Melhor canção original

  • “Fight for You” – Judas e o Messias Negro
  • “Hear my Voice” – Os 7 de Chicago
  • “Husavik” – Festival Eurovision da Canção: A Saga de Sigrit e Lars
  • “Io Sí” – Rosa e Momo
  • “Speak Now” – Uma Noite em Miami
H.E.R levou Oscar de melhor canção original por “Fight for you”, do filme “Judas e o Messias Negro” (Foto: Reprodução/Twitter)

Melhor som

  • “Greyhound”
  • “Mank”
  • “Relatos do Mundo”
  • “Soul”
  • “O Som do Silêncio”

Melhor animação

  • “Dois irmãos: Uma jornada fantástica”
  • “A caminho da lua”
  • “Shaun, o Carneiro: O Filme – A fazenda contra-ataca”
  • “Soul”
  • “Wolfwalkers”

Melhor documentário

  • “Collective”
  • Crip Camp: Revolução pela Inclusão
  • “The Mole Agent”
  • Professor Polvo
  • “Time”

Melhor documentário de curta-metragem

  • “Collete”
  • “A Concerto is a Conversation”
  • “Do Not Split”
  • “Hunger Ward”
  • “A Love Song for Latasha”

Melhor fotografia

  • “Judas e o Messias Negro”
  • “Mank”
  • “Relatos do Mundo”
  • “Nomadland”
  • “Os 7 de Chicago”

Melhor montagem

  • “Meu Pai”
  • “Nomadland”
  • “Bela Vingança”
  • “O Som do Silêncio”
  • “Os 7 de Chicago”

Melhores efeitos visuais

  • “Amor e Monstros”
  • “O Céu da Meia-Noite”
  • “Mulan”
  • “O Grande Ivan”
  • “Tenet”

Melhor design de produção

  • “Meu Pai”
  • “A Voz Suprema do Blues”
  • “Mank”
  • “Relatos do Mundo”
  • “Tenet”

Publicidade

VEJA TAMBÉM

Publicidade

PUBLICIDADE