Márcia Travessoni – Eventos, Lifestyle, Moda, Viagens e mais

Entre em contato conosco!

Anuncie no site!

Comercial:

comercial@marciatravessoni.com.br
Telefone: +55 (85) 3242 0333

Redação:

conteudo@marciatravessoni.com.br
conteudo1@marciatravessoni.com.br

Padre Eugênio Pacelli fala de nova missão à frente do Mosteiro dos Jesuítas

17 mar 2021 | Notícias

Por Jacqueline Nóbrega

O padre Eugênio Pacelli tem sido uma figura de destaque desde o início da pandemia, confortando corações e como guia espiritual. As missas que ele conduz ultrapassaram o espaço das redes sociais e passaram a ser transmitidas na televisão, levando mensagens de fé e esperança para diversas famílias em tempos de isolamento. Em março deste ano, ele assumiu mais uma missão: administrar o Mosteiro dos Jesuítas, em Baturité. O desafio foi assumido com alegria pelo celebrante, que agora se divide entre a cidade serrana e a Capital, onde atua ainda como diretor pastoral do Colégio Santo Inácio.

LEIA MAIS >> Comércio propõe abertura gradual ao Governo do Estado a partir da próxima semana

Catarina Mina lança coleção de luminárias que valoriza o artesanato cearense

“O Mosteiro dos Jesuítas é chamado de a casa mãe dos jesuítas no Nordeste. Foi aqui que se iniciou a caminhada dos jesuítas nesse espaço tão privilegiado que é o Nordeste brasileiro. Com a saída do padre Acrízio, o padre provincial me consultou da possibilidade de assumir a direção. E eu tenho comigo uma frase muito bonita de Dom Bosco, ele diz que quem obedece, nunca erra. Então eu obedeci, acolhi esse convite. Assumi e estou em um processo de adaptação”, conta o sacerdote.

Segundo o padre Eugênio Pacelli, o Mosteiro dos Jesuítas é chamado de a casa mãe dos jesuítas no Nordeste. (Foto: Reprodução/ Instagram)

Padre Eugênio frisa que não deixou a missão no Colégio Santo Inácio e explica como está funcionando a rotina agora: “Vou passar uma parte da semana em Baturité e aos fins de semana virei para Fortaleza, para continuar a minha missão no Colégio e dando assistência nas celebrações, como as missas e a noite da misericórdia”. 

Lugar de acolhida

Segundo padre Eugênio, a proposta do Mosteiro é acolher pessoas que querem ter uma experiência de Deus por meio da oração. “A casa é aberta para fazer os exercícios espirituais de Santo Inácio, fruto da sua experiência espiritual. Mas também o mosteiro é aberto para hóspedes, aquelas pessoas que querem passar um fim de semana ou épocas especiais como Carnaval, Semana Santa, feriados prolongados”, adianta.

Ele afirma ainda que estão “aos poucos preparando a casa” para que ela possa receber mais visitantes, assim que possível, com melhorias na hospedagem e na alimentação oferecida.

“Em si, a casa é um espaço muito agradável para o descanso, para a oração e para a paz“, descreve o padre. 

No perfil do Instagram, o padre já tem mostrado as melhorias que tem buscado fazer para atrair cada vez mais pessoas ao destino. Ele anunciou que, com a ajuda da Prefeitura de Baturité, estão recuperando um dos espaços mais bonitos do Mosteiro, o Cruzeiro. “Fruto do trabalho incansável do querido padre Fred Solon, que pediu que suas cinzas fossem depositadas neste local”, contou.

A proposta do Mosteiro é acolher pessoas que querem ter uma experiência de Deus por meio da oração. (Foto: Reprodução/ Instagram)

Padre Eugênio também confirma que seguirá acompanhando os grupos Amare, movimento de jovens casais com até sete anos de relacionamento, e Amor de Letícia, que acompanha casais na segunda união. “São missões que vou continuar com muito carinho, porque me fazem muito bem. E o próprio mosteiro também vai servir pra gente intensificar para esses grupos momentos de oração, de retiro e de integração”.

Programação especial

Como parte da reestruturação que pretende fazer no Mosteiro dos Jesuítas, Eugênio Pacelli já está divulgando uma programação especial que acontecerá durante a Semana Santa no espaço, de forma virtual, seguindo as orientações de lockdown no Estado. Para seguir acompanhando as novidades, basta seguir o perfil @mosteirodosjesuitas.

Confira a programação da Semana Santa:

  • 28 de março – Domingo de Ramos, 8h
  • 29 de março – Celebração penitencial, 19h
  • 30 de março – Sete Palavras de Jesus na Cruz, 19h
  • 31 de março – Celebração da esperança, em memória de familiares e amigos falecidos, 19h
  • 1 de abril – Celebração da Ceia do Senhor seguido de adoração do Santíssimo, 19h
  • 2 de abril – Paixão e Morte do Senhor, 15h, e Descendimento de Jesus da Cruz, 19h
  • 3 de abril – Vigília pascal, 19h
  • 4 de abril – Celebração da Páscoa do Senhor, 8h

VEJA TAMBÉM

PUBLICIDADE