logo

Primeira cearense é vacinada no Hospital Leonardo da Vinci contra Covid-19

Por Redação
Primeira cearense é vacinada no Hospital Leonardo da Vinci contra Covid-19
A técnica de enfermagem Maria Silvana Souza Reis, de 51 anos, foi a primeira cearense imunizada contra a Covid-19. (Foto: Rodrigo Santiago/Divulgação Sesa⁣)

A técnica de enfermagem Maria Silvana Souza Reis, de 51 anos, foi a primeira cearense imunizada contra a Covid-19 no Estado. A profissional de saúde recebeu a primeira dose da vacina CoronaVac, produzida pelo Instituto Butantan com o laboratório chinês Sinovac, no Hospital Leonardo da Vinci, onde atua, durante solenidade de lançamento da campanha de vacinação contra a Covid-19 no Ceará, realizada nesta segunda-feira (18). 

LEIA MAIS >> Anvisa aprova uso emergencial das vacinas CoronoVac e de Oxford no Brasil

Médica que será vacinada em Nova York diz se sentir ‘contente e abençoada’  

Sob fortes aplausos, a técnica de enfermagem, escolhida por atuar na linha de frente de combate à pandemia, além da idade e por se locomover de ônibus, agradeceu e pediu para que as pessoas não tenham medo da vacinação, destacando o desejo de continuar a atuar na linha de frente contra a pandemia. 

“Muitos pacientes vieram a óbito mas, graças a Deus, Ele mandou essa vacina. Não tenham medo de se vacinar de jeito nenhum”, pediu a primeira cearense vacinada contra a Covid-19. 

Também receberam a primeira dose da CoronaVac a enfermeira Regina Sousa Torres; a fisioterapeuta Cristine Aparecida da Cunha; a auxiliar de serviços gerais Maria de Jesus de Oliveira Lima; o médico intensivista Francisco Adailton Alencar Braga; e a liderança indígena do Polo Caucaia, Dourado Tapeba.

O líder indígena Dourado Tapeba integrou o grupo dos primeiros cearenses que receberam a vacina contra Covid-19 no Estado. (Foto: Divulgação)
Prefeito de Fortaleza Sarto Nogueira e o governador do Estado Camilo Santana foram até São Paulo, na segunda-feira (19), acompanhar o translado da vacina até o Ceará. (Foto: Divulgação)

Quem deve ser vacinado 

Com as 229.200 doses do primeiro lote, serão vacinadas 109 mil pessoas no Ceará. Neste primeiro momento receberão a imunização os profissionais de saúde da linha de frente de combate à Covid-19 de unidades públicas e privadas, que serão imunizados nos locais onde trabalham; e idosos que residem em asilos. 

Todos os grupos da fase 1 do plano nacional de imunização, ou seja, trabalhadores da saúde, idosos a partir de 75 anos, pessoas com 60 anos ou mais que vivem em instituições de longa permanência (como asilos e instituições psiquiátricas) e população indígena, vão ser vacinados na medida que cheguem mais lotes nas próximas semanas.

Veja também