Márcia Travessoni – Eventos, Lifestyle, Moda, Viagens e mais

Entre em contato conosco!

Anuncie no site

Comercial:

comercial@marciatravessoni.com.br
Telefone: +55 (85) 3242 0333

Redação:

conteudo@marciatravessoni.com.br
conteudo1@marciatravessoni.com.br

Quem é Douglas, jogador gay da seleção de vôlei que está causando nas Olimpíadas de Tóquio

21 jul 2021 | Notícias

Por Redação

Douglas foi o primeiro atleta da seleção masculina brasileira de vôlei a se declarar gay (Foto: Reprodução/Instagram)

Talento, carisma e humor! O jogador Douglas Souza, do time de vôlei da seleção brasileira masculina nas Olimpíadas de Tóquio 2020, é sensação nas redes sociais. Com vídeos engraçados, o atleta, campeão olímpico nos Jogos do Rio, em 2016, vem mostrando os bastidores da preparação da equipe verde-amarela para o evento, além de revelar curiosidades da Vila Olímpica, com direito a pulos na cama em que os atletas dormem. 

LEIA MAIS >> Cearenses nas Olimpíadas de Tóquio: conheça os representantes do Estado na competição

Nos EUA, cearense Vittoria Lopes revela detalhes sobre a preparação para Olimpíadas de Tóquio

Douglas foi o primeiro jogador da seleção masculina brasileira de vôlei a se declarar gay, em 2018. Nas redes, ele mostra a rotina de atleta com leveza sem deixar de expressar a sua espontaneidade. Um dos vídeos que agitou a internet essa semana apresenta ele desfilando na quadra.

Ele está proporcionando aos seguidores uma visão privilegiada das acomodações dos atletas em Tóquio. Tudo com muito bom humor, é claro! Inclusive, Douglas quase quebrou a cama da Vila Olímpica ao pular com seus 75 kg e 1,99 metro.

Nos stories, Douglas também já mostrou que é fã da cantora Pabllo Vittar!

Diversidade no esporte

Jogador do Taubaté, Souza tem 25 anos, quase 940 mil seguidores – número que não para de crescer – e uma longa história de sucesso no esporte. Natural de Santa Bárbara d’Oeste (SP), ele começou a jogar por uma recomendação médica para tratar uma forte bronquite ainda na infância. A partir daí, foi só sucesso. Campeão sul-americano infantil aos 11 anos, foi vice-campeão da Liga Mundial, em 2016, e medalha de prata nos Jogos Pan-Americanos de Toronto, em 2015, antes de se tornar campeão olímpico no Rio de Janeiro.

Douglas Souza já levou medalha de prata nos Jogos Pan-Americanos de Toronto, em 2015, e foi campeão olímpico no Rio de Janeiro (Foto: Reprodução/Instagram)

Em entrevistas, o atleta revelou que vê em seus vídeos, na sua fama repentina, uma oportunidade de se posicionar no ambiente esportivo, onde há cada vez mais atletas LGBTQIA+, mas que ainda é marcado por um padrão heteronormativo. Ele não acredita, porém, que as interações nas redes sociais, frequentes nos últimos dias, tirem o foco dos Jogos Olímpicos e acabem atrapalhando o desempenho dentro de quadra. Brilha!

Publicidade

VEJA TAMBÉM

Publicidade

PUBLICIDADE