logo

‘Quer produzir muito? Medite muito’, indica Ticiana Rolim Queiroz em encontro sobre saúde mental

Por Rosi Melo
‘Quer produzir muito? Medite muito’, indica Ticiana Rolim Queiroz em encontro sobre saúde mental

O Crisóstomo Medical Academy recebeu, na última quarta-feira (15), a empresária e empreendedora social Ticiana Rolim Queiroz e a psiquiatra Mara Crisóstomo para um bate-papo sobre saúde mental com o tema “Mente sã, corpo são”. Na ocasião, Ticiana, que é adepta das práticas de meditação e yoga, compartilhou com o público um pouco da sua jornada em busca de uma vida mais equilibrada emocionalmente.

Com uma rotina frenética de reuniões e compromissos, Ticiana encontrou na meditação a resposta para acalmar a mente agitada e hiperativa e investir em seu próprio bem-estar.

LEIA MAIS >> Essencialmente: tudo que você precisa saber sobre depressão

Thiago Nigro compartilha experiência em educação financeira no Crisóstomo Hair & Skin Institute

Se você quer produzir muito, medite muito. Antes eu fazia menos coisas do que eu faço hoje, mas tinha menos tempo para mim. Hoje me comprometo com mais coisas, tenho mais tempo livre para mim, fico mais com meus filhos, tenho um nível de presença e produtividade maior”, contou Ticiana.

O caminho até o equilíbrio emocional, porém, não foi fácil. A empresária, que medita e pratica yoga há sete anos, revela que antigamente se estressava facilmente e sentia dificuldade até para respirar. Com a meditação, ela entrou em contato com o mindfulness: um estado mental de concentração no momento presente.

Ticiana Rolim Queiroz e Mara Crisóstomo
Márcio, Manoela e Mara Crisóstomo, Ticiana Rolim Queiroz e Edson Queiroz Neto

“Às vezes eu estou dirigindo e fico no mundo da lua. Meu exercício de mindfulness é ficar presente na atividade que estou fazendo: se estou dirigindo, tento prestar atenção na rua que estou passando, nas pessoas ao redor, na velocidade do carro”, exemplifica.

Por meio destas práticas, Ticiana consegue manter a mente sã, apesar da agitação do dia a dia. “Acredito que a pessoa ter a mente sã não significa que ela nunca vá se estressar ou ter uma crise de ansiedade. Ter a mente sã é detectar essa crise, esse gatilho, e saber como agir para se manter equilibrada emocionalmente”.

Técnicas de respiração

Durante o bate-papo no Instituto Crisóstomo, Ticiana deu dicas simples para lidar com situações de pressão. “Pratico yoga, medito todos os dias nem que seja por cinco minutos, fico muita atenta à minha respiração, tento me manter presente quando estou fazendo algo. No meio de uma reunião muito desgastante, eu vou ao banheiro e fico um minuto em silêncio, sabe? Volto com mais energia. No começo, eu precisei de muita disciplina, mas hoje virou hábito”, compartilha.

A empreendedora ainda reservou um tempo do encontro para ensinar algumas práticas simples de respiração ao público. No começo da conversa, ela instruiu as pessoas a fazerem um minuto de silêncio e prestarem atenção apenas na sua respiração. Ao longo do encontro, ela também apresentou outras técnicas, como a meditação So Hum (focada no mantra So Hum) e as meditações de contagem (Pranayama e Kapalabhati).

Doenças mentais

De acordo com a psiquiatra Mara Crisóstomo, tais práticas, aliadas a uma boa alimentação, podem ajudar na prevenção e tratamento de transtornos mentais.

“É uma relação bidirecional: mente influenciando corpo, corpo influenciando a mente. A gente tem que cuidar dos dois. Se prega muito o cuidado com o corpo, mas não se fala dos cuidados com a mente”.

Mara Crisóstomo e Ticiana Rolim Queiroz

Segundo a profissional, o Brasil é recordista em casos de depressão. Dados da Organização Mundial da Saúde, datados de 2017, apontam que 5,8% da população sofre da doença. Além disso, 6,45% possuem transtorno de ansiedade (com aumento de 20% entre 1997 e 2017).

“Por isso, foi tão importante a iniciativa do psicólogo mineiro Leonardo Abrahão, que em 2014, propôs a campanha Janeiro Branco, voltada para a conscientização sobre a saúde mental”, comenta Mara.

Fotos: Alex Campêlo

Veja também