Senado cancela recesso de julho para votar projetos ligados à pandemia

Por Redação
Senado cancela recesso de julho para votar projetos ligados à pandemia
a suspensão do recesso foi apenas formalizada na reunião de líderes, que cogitavam essa possibilidade desde o início da crise da covid-19. (Foto: Jefferson Rudy/Agência Senado)

O presidente do Senado, senador Davi Alcolumbre, anunciou, na segunda-feira (18), o cancelamento do recesso parlamentar de julho, para que o Congresso Nacional fique de prontidão para a votação de projetos relacionados à pandemia do novo coronavírus.

Segundo a presidente da Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania (CCJ), Simone Tebet (MDB-MS), a suspensão do recesso foi apenas formalizada na reunião de líderes, que cogitavam essa possibilidade desde o início da crise da covid-19.

LEIA MAIS >> Retomada econômica requer união entre os setores público e privado, considera Élcio Batista

Aprovação de reformas estruturais é crucial para retomada econômica, pontua secretário do Tesouro Nacional

O senador Alessandro Vieira (Cidadania-SE) destaca a necessidade de disponibilidade dos parlamentares para a votação de projetos relevantes para o país nesse período. O recesso parlamentar de julho, assim como o do fim do ano, é previsto na Constituição.

Fonte: Agência Senado

Veja também