Márcia Travessoni – Eventos, Lifestyle, Moda, Viagens e mais

Entre em contato conosco!

Anuncie no site

Comercial:

comercial@marciatravessoni.com.br
Telefone: +55 (85) 3242 0333

Redação:

conteudo@marciatravessoni.com.br
conteudo1@marciatravessoni.com.br

Família cearense que fundou o Hapvida é a 4ª mais rica do Brasil, diz Forbes

18 maio 2021 | Poder

Por Redação

Jorge Pinheiro, Candido Pinheiro e Candido Júnior são os três cearenses mas ricos do país e integram a quarta família mais rica do Brasil, segundo a Forbes. (Foto: Divulgação)

A família Pinheiro, cujos membros fundaram a operadora cearense de planos de saúde Hapvida, foi classificada como a quarta mais rica do Brasil, segundo uma lista elaborada pela revista Forbes. De acordo com a publicação, o patrimônio conjunto é de US$ 7,5 bilhões, sendo que US$ 3,7 bilhões são do médico Candido Pinheiro Koren de Lima, e o restante é dividido entre os dois filhos, Candido Pinheiro Koren de Lima Junior (US$ 1,9 bilhão) e Jorge Pinheiro Koren de Lima (US$ 1,9 bilhão).

LEIA MAIS >> Quem são os três cearenses no ranking mundial dos bilionários em 2021

Quem são as 10 mulheres mais ricas do mundo em 2021

A família de Candido Pinheiro ficou atrás apenas do clã Safra, cujo patrimônio conjunto é de US$ 16,6 bilhões acumulado a partir do Banco Safra; da família Trajano, que soma um patrimônio de US$ 13,2 bilhões obtidos com o Magazine Luiza; e da família Moreira Salles, do Itaú Unibanco, com patrimônio de US$ 10,2 bilhões.

Para elaborar o ranking, a Forbes usou como critério a presença de mais de um membro da mesma família na lista de bilionários do Brasil, divulgada em abril deste ano. A seleção do mês passado trazia 65 brasileiros, dentre eles três cearenses – justamente Candido Pinheiro e os dois filhos.

Veja a lista das dez famílias mais ricas do Brasil, segundo a Forbes:

  • Família Safra (Banco Safra) – US$ 16,6 bilhões
  • Família Trajano (Magazine Luiza) – US$ 13,2 bilhões
  • Família Moreira Salles (Itaú Unibanco) – US$ 10,2 bilhões
  • Família Pinheiro (Hapvida) – US$ 7,5 bilhões
  • Família Batista (JBS) – US$ 7,2 bilhões
  • Família Feffer (Suzano Papel e Celulose) – US$ 6,5 bilhões
  • Família Marinho (Grupo Globo) – US$ 5,7 bilhões
  • Família Godoy Bueno (Grupo Dasa) – US$ 4,9 bilhões
  • Família Moraes (Votorantim) – US$ 4,2 bilhões
  • Família Villela (Itaúsa) – US$ 3,3 bilhões

Publicidade

VEJA TAMBÉM

Publicidade

PUBLICIDADE