Márcia Travessoni – Eventos, Lifestyle, Moda, Viagens e mais

Entre em contato conosco!

Anuncie no site

Comercial:

comercial@marciatravessoni.com.br
Telefone: +55 (85) 3242 0333

Redação:

conteudo@marciatravessoni.com.br
conteudo1@marciatravessoni.com.br

Quem são os três cearenses no ranking mundial dos bilionários em 2021

7 abr 2021 | Poder

Por Redação

O ranking dos Bilionários do Mundo 2021 divulgado, na última terça (6), pela revista Forbes revelou que o número de pessoas no clube das fortunas bilionárias aumentou de 2.095 para 2.755, em comparação ao ano anterior. Somados, todos os patrimônios líquidos resultam em US$ 13,1 trilhões. No ranking, o Brasil é representado por 65 bilionários e, entre eles, três cearenses.

LEIA MAIS >> Dulce Pugliese se torna a mulher mais rica do Brasil pela primeira vez, segundo ranking da Forbes

Forbes lista dez mulheres mais ricas do Brasil em 2020

Os bilionários cearenses que estão na lista global fazem parte da família Pinheiro, que lidera a operadora de planos de saúde Hapvida. O médico Cândido Pinheiro Koren de Lima, 74 anos, fundador da rede, é o 15º brasileiro mais rico e o 807º mais rico do mundo. Ele possui fortuna de US$ 3,7 bilhões. Em 2020, seu patrimônio era de US$ 1,6 bilhão, que já lhe garantia o título de homem mais rico do Ceará, posição que ainda ocupa.

Cândido Pinheiro Koren de Lima e os filhos Jorge Pinheiro e Cândido Pinheiro Jr. são as três pessoas mais ricas do Ceará, aponta a revista (Foto: Paulo Henrique)

Junto com Cândido, estão seus dois filhos:  Jorge Pinheiro Koren de Lima (US$ 1,8 bi), atual diretor-presidente do grupo, e Cândido Pinheiro Koren de Lima Jr. (US$ 1.8 bi), vice-presidente da rede.

Nomes como Oto de Sá Cavalcante, Mário Araripe, Ivens Dias Branco Júnior e Carlos Jereissati, empresários que estampavam a lista de 2020, não estão no ranking da Forbes em 2021.

Brasil

O número de empresários e magnatas do Brasil na lista da Forbes subiu de 45 para 65 bilionários, que somam patrimônio de US$ 219,1 bilhões, de acordo com a revista. O primeiro lugar é de Jorge Paulo Lemann e sua família, com US$ 16,9 bilhões, que no ranking mundial estão em 114º. A fortuna é proveniente da empresa Anheuser-Busch InBev, multinacional de bebidas fruto da fusão da belga Interbrew e a brasileira Ambev.

Jorge Paulo Lemann e sua família possuem o maior patrimônio do Brasil (Foto: The Harvard Gazette)

O segundo brasileiro mais rico é o acionista do Facebook Eduardo Saverin, de 39 anos. Ele está no 140º da Forbes com US$ 14,6 bilhões de patrimônio. Já Luiza Helena Trajano, empresária que comanda a rede de lojas de varejo Magazine Luiza, também é destaque da lista, com fortuna de US$ 5,3 bilhões. Ela ocupa a 11° do Brasil e o 529º lugar geral.

Luiza Helena Trajano também está na lista da Forbes em 2021 (Foto: Divulgação)

Entre os estreantes da lista, destaque para o recém-bilionário David Vélez, fundador do Nubank, que está com fortuna aproximada em US$ 5,2 bilhões, o que lhe garante a 12° posição entre os bilionários do Brasil. Apesar de ser colombiano, ele mora no País. Neste ano, a Forbes norte-americana considerou o local de domicílio dos bilionários. Também estreiam no ranking da Forbes o fundador da XPGuilherme Benchimol, com fortuna de US$ 2,6 bilhões; e os criadores da Stone, André Street (US$ 2,5 bilhões) e Eduardo de Pontes (US$ 2,4 bilhões).

Mundo

O americano Jeff Bezos, de 57 anos, que comanda a Amazon, é a pessoa mais rica do mundo pelo quarto ano consecutivo. Ele conseguiu aumentar seu patrimônio em US$ 64 bilhões e chegou a cerca de US$ 177 bilhões no ranking. Já Elon Musk, magnata da Tesla, foi o que mais disparou. Ele saiu do 31º lugar em 2020 (US$ 76 bi) para o 2º lugar em 2021, com USS$ 126,4 blhões.

Jeff Bezos, CEO da Amazon, é o homem mais rico do mundo (Foto: Divulgação)

O magnata francês do luxo, Bernard Arnault, manteve o terceiro lugar na lista, mas sua fortuna quase dobrou: foi de US$ 76 bilhões para US$ 150 bilhões graças ao aumento de 86% nas ações da LVMH, conglomerado que inclui marcas como Louis Vuitton, Christian Dior e a varejista de cosméticos Sephora.

As fortunas dos dez mais ricos somadas é de US$ 1,15 trilhão, quase o dobro dos US$ 686 bilhões do ano passado.

Confira a lista dos 15 bilionários mais ricos do Brasil:

  1. Jorge Paulo Lemann e família – US$ 16,9 bilhões
  2. Eduardo Saverin – US$ 14,6 bilhões
  3. Marcel Herrmann Telles – US$ 11,5 bilhões
  4. Jorge Moll Filho e família – US$ 11,3 bilhões
  5. Carlos Alberto Sicupira e família – US$ 8,7 bilhões
  6. Vicky Safra – US$ 7,4 bilhões
  7. Família Safra – US$ 7,1 bilhões
  8. Alexandre Behring – US$ 7 bilhões
  9. Dulce Pugliese de Godoy Bueno – US$ 6 bilhões
  10. Alceu Elias Feldmann – US$ 5,4 bilhões
  11. Luiza Helena Trajano – US$ 5,3 bilhões
  12. David Vélez – US$ 5,2 bilhões
  13. Luis Frias – US$ 4,6 bilhões
  14. André Esteves – US$ 4,5 bilhões
  15. Cândido Pinheiro Koren de Lima – US$ 3,7 bilhões

Confira a lista dos 15 bilionários mais ricos do mundo:

  1. Jeff Bezos – US$ 177 bilhões
  2. Elon Musk – US$ 151 bilhões
  3. Bernard Arnault – US$ 150 bilhões
  4. Bill Gates – US$ 124 bilhões
  5. Mark Zuckerberg – US$ 97 bilhões
  6. Warren Buffett – US$ 96 bilhões
  7. Larry Ellison – US$ 93 bilhões
  8. Larry Page – US$ 91,5 bilhões
  9. Sergey Brin – US$ 89 bilhões
  10. Mukesh Ambani – US$ 84,5 bilhões
  11. Amancio Ortega – 77 US$ bilhões
  12. Francoise Bettencourt Meyers – 73,6 US$ bilhões
  13. Zhong Shanshan – 68,9 US$ bilhões
  14. Steve Ballmer – 68,7 US$ bilhões
  15. Ma Huateng – 65,8 US$ bilhões

Publicidade

VEJA TAMBÉM

Publicidade

PUBLICIDADE