Márcia Travessoni – Eventos, Lifestyle, Moda, Viagens e mais

Entre em contato conosco!

Anuncie no site

Comercial:

[email protected]
Telefone: +55 (85) 3242 0333

Francis Kéré se torna 1º arquiteto negro a vencer o ‘Nobel da Arquitetura’

16 mar 2022 | Poder

Por Redação

Diébédo Francis Kéré — Foto: Odd Andersen/AFP
Diebedo Francis Keré foi reconhecimento mundialmente pelos projetos sustentáveis para a Terra. (Foto: Reprodução/G1)

O arquiteto burquinês Diebedo Francis Keré recebeu na terça-feira (15), a mais alta distinção do mundo da arquitetura, o prêmio Pritzker, considerado o “Nobel da Arquitetura”. Ele é o 51º ganhar da premiação, sendo a primeira pessoa negra até agora.

LEIA MAIS >> Cearenses criam estampa de coleção da Havaianas que terá parte da renda doada para ONG 

Bafta 2022: premiação teve looks discretos e homenagem às vítimas da guerra da Ucrânia

Francis Kéré é conhecido por construir escolas, centros de saúde, habitações, edifícios e espaços públicos em muitos países da Africa, entre eles Benin, Barquinha Fasso, Mali, Togo, Quênia, Moçambique e Sudão. Além de escolas, Kéré desenhou centros médicos, conjuntos habitacionais, espaços públicos e até uma área do festival internacional de música Coachella.

De acordo com o presidente da Hyatt Foundation que patrocina o evento, o arquiteto foi premiados pelos seus desenhos “pioneiros”. sustentáveis para a Terra e para ser habitantes em terrenos de extrema escassez”, como muitos países da África.  Na premiação, Kéré foi elogiado por um projeto para uma escola primária em Burquina Fasso e pelo trabalho no Museu Internacional da Cruz Vermelha e do Crescente Vermelho de Genebra.

Trabalhos 

Em 2001, o arquiteto inaugurou o primeiro edifício, uma escola secundária na própria cidade natal, erguida com a ajuda dos moradores da aldeia.

Serpentine Pavilion, no Hyde Park, em Londres — Foto: Reprodução/Instagram/Kéré Architecture

Serpentine Pavilion, no Hyde Park, em Londres (Foto: Reprodução/G1 Globo) 

Além disso, em 2017, Kéré se consagrou como o primeiro arquiteto africano a desenhar um painel temporário no Hyde Park de Londres. A honraria é considerada uma prestigiosa tarefa que um arquiteto de fama mundial assina a cada ano.

Publicidade

VEJA TAMBÉM

Publicidade

PUBLICIDADE