logo

Brasileiro Bacurau pode concorrer ao Oscar em 2021

Por Redação
Brasileiro Bacurau pode concorrer ao Oscar em 2021
A decisão foi tomada pela distribuidora internacional do filme após Bacurau aparecer em muitas listas de melhores da temporada. (Foto: Arquivo/MT)

O longa-metragem Bacurau, de Kleber Mendonça Filho e Juliano Dornelles, vai disputar a indicação ao Oscar nas principais categorias na premiação que acontecerá em 2021, uma vez que a Academia de Artes e Ciências Cinematográficas de Hollywood pede que as produções estrangeiras tenham sido exibidas em Los Angeles por pelo menos uma semana do ano vigente e que não tenham sido selecionadas como finalistas no ano anterior. A decisão foi tomada pela distribuidora internacional do filme, Kino Lorber.

LEIA MAIS >> Oscar adota regras de diversidade em indicados a melhor filme

Oscar 2021 divulga primeiras seleções e inclui novos ‘jurados’ visando diversidade 

Sucesso de bilheteria quando foi lançado, em agosto de 2019, Bacurau já ganhou o prêmio do júri no Festival de Cannes em 2019, foi o representante brasileiro do no Prêmio Goya e já conquistou vários prêmios internacionais. “Tenho uma visão muito tranquilo em relação a Oscar, a Cannes, a prêmios, enfim. Nunca me adianto, sempre espero o que vai acontecer com o filme, mas vou aonde ele for”, afirmou o diretor do longa, Kleber Mendonça Filho. 

Wendy Lidell, diretora executiva da Kino Lorber, explica a escolha de inscrever o longa no Oscar. “Tomamos essa decisão quando Bacurau começou a aparecer em muitas listas de melhores da temporada”, afirmou. 

O longa poderia ter concorrido a melhor filme internacional em 2020, contudo a comissão nacional escolheu “A vida invisível”, de Karim Aïnouz, que passou pela seleção da Academia.

A exemplo de Bacurau, o filme “Cidade de Deus”, de Fernando Meirelles, ficou de fora da disputa de melhor filme estrangeiro em 2003 (foi o indicado oficial do país), mas concorreu em quatro categorias do Oscar em 2004: direção, montagem, fotografia e roteiro adaptado

Veja também