Diego de Santos abre exposição na Sem Título Arte com obras inéditas em Fortaleza

Por Lucas Magno
Diego de Santos abre exposição na Sem Título Arte com obras inéditas em Fortaleza

O artista plástico Diego de Santos abriu a exposição ‘Fato atípico e outros delitos existenciais’, no último sábado (6), na Sem Título Arte, em Fortaleza. A mostra reúne trabalhos realizados nos últimos dois anos, ainda inéditos na capital cearense. 

As obras revelam o paralelo e as nuances entre Caucaia, cidade natal de Diego, e o Rio de Janeiro. Os trabalhos em desenho, instalação, objeto e vídeo foram pensados no contexto de deslocamento entre essas duas cidades tão diferentes.

Exposição ‘Fato atípico e outros delitos existenciais’

O artista apresenta sua noção de morada com um olhar muito atento aos fenômenos sociais e políticos das metrópoles em que ele se divide. A abertura da exposição contou ainda com visita guiada de Fernanda Lopes, curadora assistente do Museu de Arte Moderna (MAM) do Rio de Janeiro.

Diego de Santos 

Diego de Santos é formado em Artes Plásticas pelo Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Ceará (IFCE). Entre suas principais mostras individuais, estão “Poema 193” (em 2017); “Lar é Onde Ele Está” (em 2014) e “Arranha-Verso” (em 2009).

O artista plástico cearense já ganhou prêmios da Funarte, do Portos Iracema das Artes, do Sesc Amapá, entre outros.

Fotos: Alex Campêlo

Veja também