A quinta edição da Fortaleza Brazil Stone Fair, considerada a maior exposição de rochas ornamentais e de revestimento do país, foi aberta na última terça-feira (5), com programação que segue até quinta-feira (7). O talk, mediado pela nossa publisher, Márcia Travessoni, foi um dos destaques do primeiro dia da mostra. O bate-papo contou com a presença de Carlos Rubens, presidente do Sindicato da Indústria de Mármores Granitos do Estado do Ceará (Simagran-CE ), David Silveira, da Nissi Rochas e Flávio Gomes, da Granos Granitos.

View this post on Instagram

A post shared by Márcia Travessoni (@marciatravessoni) on

Carlos Prado, Ricardo Cavalcante, Rodrigo Burbom e Carlos Rubens – Foto: Alex Campelo

Na pauta, as últimas novidades do mercado foram detalhadas pelos profissionais. Os números também foram revelados: a expectativa é que em até 2023, o setor no estado do Ceará estará exportando cerca de US$ 200 milhões anualmente. Nos últimos 24 meses, as empresas já investiram cerca de R$ 650 milhões no tocante à pesquisa, lavra e industrialização no Estado.

A arquiteta Brenda Rolim também participou de uma conversa com o público do primeiro. Ela foi convidada pela Granos para compartilhar sua experiência e indicar as últimas novidades do mundo da arquitetura voltadas para o mercado.

<< LEIA TAMBÉM: ‘Minuciosidade da Multipolipedras faz a gente ousar na utilização de rochas em projetos de interiores’, destaca André Monte

O presidente da Federação das Indústrias do Estado do Ceará (Fiec), Ricardo Cavalcanti, fez questão de marcar de prestigiar a ocasião. Em paralelo à programação, aconteceu também a abertura do X Simpósio de Rochas Ornamentais do Nordeste, onde serão apresentados 80 trabalhos técnicos e palestras com grandes especialistas, focando sobretudo nos critérios de especificações e como evitar patologias em rochas.

Daniel Perdigão Ana Eliza e Davi Perdiguão – Foto: Alex Campêlo
A feira exibe as últimas tendências do mercado – Foto: Alex Campêlo

Confira mais cliques de Alex Campêlo: