O prefeito Roberto Cláudio recebeu prêmio por implantar intervenções inovadoras e sustentáveis de mobilidade urbana em Fortaleza. O troféu “Sustainable Transport Award” foi entregue na manhã desta segunda-feira (24), durante a abertura do Mobilize Summit, no Gran Mareiro Hotel. 

Cerca de 200 especialistas em mobilidade sustentável de todos os continentes estão na Capital cearense para o evento, considerado um dos maiores da temática no mundo. O Mobilize Summit é realizado pelo Instituto de Políticas de Transporte e Desenvolvimento (ITDP, da sigla em inglês) e ocorre até o dia 26, com diversas palestras sobre o tema.

>>Primeira-dama de Fortaleza falará sobre mobilidade sustentável em palestra no Mobilize Summit

Em seu discurso, Roberto Cláudio ressaltou as políticas públicas que levaram Fortaleza a receber o prêmio “Sustainable Transport Award”. Foto: Eri Nunes

Roberto Cláudio agradeceu o prêmio e atribuiu o sucesso da política de mobilidade de Fortaleza aos técnicos e às instituições que apoiam a causa. A expansão da rede cicloviária é um dos principais pontos melhorados na Cidade. A malha cicloviária passou de 68 km para 260 km em seis anos.

Visitas técnicas 

Durante os dois primeiros dias do evento, os especialistas, técnicos e pesquisadores irão fazer visitas técnicas aos locais que receberam intervenções de mobilidade urbana na Cidade. As soluções sustentáveis para o deslocamento urbano, prevenção de mortes e ferimentos no trânsito, redução de emissões de CO2, entre outros, serão utilizadas como laboratório de análise.

Nesta segunda e na terça, as visitas contemplam três roteiros. São eles: intervenções cicloviárias, melhorias para pedestres e soluções no transporte público.

O túnel no cruzamento das avenidas Engenheiro Santana Júnior e Padre Antônio Tomás, no Cocó, foi entregue em 2016 para melhorar o fluxo viário na região. Foto: divulgação/Prefeitura de Fortaleza

No primeiro roteiro, os participantes conhecerão parte da Cidade de bicicleta para analisar as intervenções implantadas. O crescimento da malha cicloviária na Capital cresceu 276% entre 2013 e maio de 2019. Uma pesquisa do ITDP calculou que 40% dos fortalezenses moram a 300 metros, no máximo, de uma ciclofaixa ou ciclovia. 

Outro ponto positivo são os programas de bicicletas compartilhadas implantados pela prefeitura, como o “Bicicletar“. 

Roteiro a pé 

A Av. Historiador Raimundo Girão, no Meireles, é um dos locais que recebeu melhorias de mobilidade urbana. Foto: divulgação/Prefeitura de Fortaleza

No segundo roteiro, os especialistas, técnicos e pesquisadores irão conhecer ações de melhorias para quem anda a pé. Entre elas, estão: interseções viárias em 224 cruzamentos da Capital; travessias elevadas; ilhas de refúgios; semáforos; prolongamentos de calçadas e travessias em “x”, entre outros. 

Roteiro no transporte público 

O BRT da Av. Aguanambi é um dos locais visitados pelos especialistas. foto: divulgação/Prefeitura de Fortaleza
O BRT da Av. Aguanambi é um dos locais visitados pelos especialistas. foto: divulgação/Prefeitura de Fortaleza

Durante o trajeto de transporte público por Fortaleza, os pesquisadores e técnicos vão conhecer o recém-inaugurado corredor expresso de ônibus da Av. Aguanambi. Além disso, eles também irão percorrer as faixas exclusivas das avenidas Santos Dumont e Dom Luís, assim como a área de trânsito calmo do bairro Vila União.

O roteiro inclui também uma visita à sede da empresa de Transporte Urbano de Fortaleza (Etufor). Uma das principais melhorias, está o aplicativo “Meu Ônibus”. Nele, os passageiros podem ver os horários de chegada do coletivo e denunciar assédio sexual.

Atualmente, 1,1 milhão de passageiros utilizam o transporte público por dia. As faixas exclusivas para os coletivos saltaram de 3,3 km, em 2013, para 107,4 km neste ano. Além disso, terminais de ônibus foram reformados, WiFi instalados em 100% da frota e 35% dos veículos têm ar-condicionado.

Confira fotos do evento:
Crédito: Eri Nunes