Márcia Travessoni – Eventos, Lifestyle, Moda, Viagens e mais

Entre em contato conosco!

Anuncie no site

Comercial:

comercial@marciatravessoni.com.br
Telefone: +55 (85) 3242 0333

Redação:

conteudo@marciatravessoni.com.br
conteudo1@marciatravessoni.com.br

Márcia Travessoni revela o que mudou depois que virou avó

8 maio 2021 | Lifestyle

Por Redação

A publisher da Plataforma MT conta cinco coisas que mudaram na sua vida depois do nascimento do neto Antônio, de três meses. (Foto: Fernando Travessoni)

A gratidão pela vida e o convívio familiar são, certamente, marcas presentes na personalidade da publisher da Plataforma MT, Márcia Travessoni, que além de mãe, virou avó depois do nascimento, no último dia 24 de janeiro, de Antônio, primeiro neto dela. A vida, diz, se transformou e se encheu ainda mais de amor. Por isso, ela nos revela cinco coisas que mudaram depois que tornou-se avó. Confira! 

LEIA MAIS >> Márcia Travessoni fala sobre filhos, neto e vivência do amor

Márcia Travessoni celebra um mês de nascimento do neto Antônio

Filho de Daniel Quintela e Lara Travessoni, Antônio nasceu em São Paulo e fez surgir na comunicadora o amor de avó. “Nasceu e explodiu em mim um amor sem tamanho. Senti o amor materno em dobro ao ver minha filha com seu filho nos braços, amamentando, cuidando. Passa um filme, mas sem as inseguranças, sem os medos, é mais leve e me empodera”, diz Márcia Travessoni. 

Antônio é o primeiro neto da comunicadora Márcia Travessoni. (Foto: Fernando Travessoni)

Ela afirma que após a chegada do neto, também vive um momento de renovação. “Renovei todas as minhas células e cada fio de cabelo com a chegada de Antônio. A nova jornada está só começando e quero participar ativamente dessa oportunidade que a vida me presenteou”. Viver o agora com a presença da família, virou prioridade, pontua.

O pequeno Antônio fará quatro meses no próximo dia 24. (Foto: Arquivo pessoal)

“Passei muito tempo da minha vida trabalhando, bastou nascer meu neto, o tempo parou, tudo ficou mais slow e saboroso quando estou com ele em meus braços”, comemora. 

Quatro gerações: Família Travessoni reunida celebra a vida de Antônio. (Foto: Arquivo pessoal)
Etel Rios, Lara Travessoni e Antônio. (Foto: Arquivo pessoal)

“Para mim caiu o mito que ser avó é sinal de velhice! Virei criança, não paro de rir com ele, me dá vontade de aprender e ensinar para meu neto. É uma verdadeira oportunidade de rever aquilo que deixei passar com meus filhos ou não observei. Não dá para voltar no tempo, mas dá para conversar”, destaca. Além disso, ela observa que existe uma continuidade. “É  maravilhoso e um presente de Deus ver a continuidade da minha família. Só se aprende quando se vive, é se deparar como a vida é linda”, finaliza.

Publicidade

VEJA TAMBÉM

Publicidade

PUBLICIDADE